A eficácia da intervenção terapêutica fonoaudiológica nos Distúrbios do Espectro Autístico

A eficácia da intervenção terapêutica fonoaudiológica nos Distúrbios do Espectro Autístico

Título alternativo The efficacy of language and speech therapy in Autistic Spectrum Disorders
Autor Tamanaha, Ana Carina Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Perissinoto, Jacy Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo Purpose: Evaluate the efficacy of the speech and language therapy for Autistic Spectrum Disorders. Methods: The design of this study is the Clinical Trial. The sample was composed of 11 children diagnosed with Autism (6) and Asperger Syndrome (5) attended in the Language and Speech Laboratory – Autistic Spectrum Disorders at Federal University of São Paulo. These children were randomly divided into two groups: Six were receiving both direct and indirect intervention (Therapy Group-TG), and five were receiving exclusively indirect intervention (Orientation Group-OG). We used the following parts of ASIEP-2 (Krug et al, 1993): Autism Behavior Checklist (ABC), Interaction Assessment (IA) and Sample of Vocal Behavior (SVB) on three occasions: at the beginning, six months later and 12 months later. Results: We observed there was greater evolution of Therapy Group –TG in the Autism Behavior Checklist, Interaction Assessment and Sample of Vocal Behavior. The mothers and the Speech and Language Therapist perceived behavioral changes. The influence of the multidisciplinary diagnosis, age and measures of the adaptive functioning was analysed. The performance of children with Asperger Syndrome was considered more positive. There was greater evolution in the children with age 73 month or more, and in the children with normal, mild and moderate adaptive functioning. Conclusions: The tendency of better performance of the children attended in direct and indirect intervention showed that this association was fundamental.

Objetivo: Verificar a eficácia da intervenção terapêutica fonoaudiológica para os quadros de Autismo Infantil e Síndrome de Asperger. Métodos: Trata-se de ensaio clínico piloto. A amostra constituiu-se de 11 meninos, na faixa etária de 4 a 10 anos, atendidos no Laboratório de Investigação Fonoaudiológica de Linguagem e Fala – Transtornos Globais do Desenvolvimento do Departamento de Fonoaudiologia da UNIFESP e diagnosticados por equipe multidisciplinar, com Autismo Infantil (6) e Síndrome de Asperger (5). As crianças foram divididas aleatoriamente em dois grupos: Grupo GT constituído por seis crianças assistidas em intervenção terapêutica fonoaudiológica direta e indireta; Grupo GO com cinco crianças acompanhadas apenas indiretamente. Utilizamos as partes do ASIEP-2 (Krug et al, 1993), compostas pelo Autism Behavior Checklist (ABC/ICA), Avaliação da Interação (AI/IA) e a Avaliação do Comportamento Vocal (ACV/SVB), aplicados em três momentos: tempo zero, após seis (tempo 1) e doze meses (tempo 2). Resultados: Verificamos tendência de melhor desempenho do Grupo GT, tanto na análise dos valores totais do Autism Behavior Checklist (ABC/ICA) e nas áreas que o compõem, quanto na Avaliação da Interação (AI/IA) e do Comportamento Vocal (ACV/SVB). Ou seja, foi possível comparar o desempenho evolutivo das crianças sob a perspectiva tanto das mães quanto da fonoaudióloga. A interferência do diagnóstico multidisciplinar, da faixa etária e do quociente social, no processo evolutivo, também foi analisada. O desempenho das crianças diagnosticadas com Síndrome de Asperger foi considerado mais positivo, quando comparado ao das crianças autistas. Houve padrão evolutivo mais acentuado, de modo geral, nas crianças na faixa etária entre 73 meses ou mais, consideradas neste estudo como as mais velhas. As crianças classificadas como xxix portadoras de quociente social de grau normal, leve e moderado registraram padrão evolutivo maior. Conclusão: A tendência de melhor desempenho das crianças assistidas em ambas as intervenções mostrou a eficácia da associação de ações terapêuticas diretas e indiretas.
Palavra-chave Ensaio clínico controlado
Síndrome de Asperger
Terapia da linguagem
Transtornos da linguagem
Transtorno autístico
Controlled Clinical Trial
Asperger Syndrome
Language Therapy
Language Disorders
Autistic Disorder
Idioma Português
Data de publicação 2008-02-27
Publicado em TAMANAHA, Ana Carina. A eficácia da intervenção terapêutica fonoaudiológica nos Distúrbios do Espectro Autístico. 2008. Tese (Doutorado em Ciências) - Escola Paulista de Medicina, Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), São Paulo, 2008.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 293 p.
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Tese de doutorado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/8818

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: Publico-Tese%20Ana%20Carina%20Tamanaha%20A.pdf
Tamanho: 764.8KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo
Nome: Publico-Tese%20Ana%20Carina%20Tamanaha%20B.pdf
Tamanho: 1.227MB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo
Nome: Publico-Tese%20Larissa%20Barbosa%20Lopes%20C.pdf
Tamanho: 829.7KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo
Nome: Publico-Tese%20Larissa%20Barbosa%20Lopes%20D.pdf
Tamanho: 195.6KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta