Um corpo de cartógrafo

Um corpo de cartógrafo

Título alternativo A cartographer’s body
Un cuerpo de cartógrafo
Autor Liberman, Flávia Autor UNIFESP Google Scholar
Lima, Elizabeth Maria Freire De Araújo Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Universidade de São Paulo (USP)
Resumo Cartography has been discussed in Brazil as a research method that makes the assumption of methodological reversal, in which the research path is set prior to the goals that are to be attained. This text seeks to contribute to the discussions on the education for cartographers, considering that to conduct research from a cartographic perspective requires a body that mobilizes certain qualities such as attention, presence, availability and sensitivity, among others. By bringing our experience of theory and practice closer to the thinking of authors with links to the philosophy of difference and Keleman and Favre’s ideas on topics involving the body, it was sought to systematize some guides for constructing a body for cartographers, which could guide research, professional practice and the teaching-learning process. Over the course of this text, we have sought to consider the construction of devices that can promote meetings formed by affections and events.

La cartografía se ha discutido en Brasil como un método en investigación que presupone una reversión metodológica en la cual el caminar en la investigación antecede la definición de metas a alcanzar. Este texto busca contribuir para las discusiones sobre la formación del cartógrafo, considerando que para realizar una investigación en la perspectiva cartográfica es necesario un cuerpo que movilice algunas cualidades tales como atención, presencia, disponibilidad, sensibilidad y otras. Al aproximar nuestra experiencia teórico-práctica del peensamiento de autores vinculados a la filosofía de la diferencia y de las ideas de Keleman y Favre sobre temáticas que envuelven el cuerpo, se buscó la sistematiación de algunas guías para la construcción de un cuerpo de cartógrafo que pudieran servir de orientación en la investigación, en la práctica profesional y en los procesos de enseñanza-aprendizaje. Durante el texto, buscamos pensar en la construcción de dispositivos que puedan promover encuentros plasmados por afectos y acontecimientos

A cartografia tem sido discutida no Brasil como um método em pesquisa que pressupõe uma reversão metodológica na qual o caminhar na pesquisa antecede a definição de metas a serem alcançadas. Este texto busca contribuir para as discussões sobre a formação do cartógrafo, considerando que, para se realizar uma pesquisa na perspectiva cartográfica, é preciso um corpo que mobilize algumas qualidades, como: atenção, presença, disponibilidade, sensibilidade, entre outras. Ao aproximar nossa experiência teórico-prática do pensamento de autores ligados à filosofia da diferença e das ideias de Keleman e Favre sobre temáticas que envolvem o corpo, buscou-se sistematizar algumas guias para a construção de um corpo de cartógrafo, que pudessem servir de orientação na pesquisa, na prática profissional e nos processos de ensino-aprendizagem. Ao longo do texto, procuramos pensar a construção de dispositivos que promovam encontros plasmados por afetos e acontecimentos.
Palavra-chave Body
Cartography
Education
Corpo
Cartografia
Formação
Idioma Português
Data de publicação 2015-02-01
Publicado em Interface - Comunicação, Saúde, Educação. UNESP, v. 19, n. 52, p. 183-194, 2015.
ISSN 1414-3283 (Sherpa/Romeo)
Publicador UNESP
Extensão 183-194
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/1807-57622014.0284
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S1414-32832015000100183 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/8791

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S1414-32832015000100183.pdf
Tamanho: 116.9KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta