Gender differences in the perception of asthma and respiratory symptoms in a population sample of asthma patients in four Brazilian cities

Gender differences in the perception of asthma and respiratory symptoms in a population sample of asthma patients in four Brazilian cities

Título alternativo Diferenças entre os sexos na percepção de asma e sintomas respiratórios em uma amostra populacional em quatro cidades brasileiras
Autor Zillmer, Laura Russo Autor UNIFESP Google Scholar
Gazzotti, Mariana Rodrigues Google Scholar
Nascimento, Oliver Augusto Autor UNIFESP Google Scholar
Montealegre, Federico Google Scholar
Fish, James Google Scholar
Jardim, José Roberto Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
University of Puerto Rico School of Public Health
Merck Sharp & Dohme Corp.
Resumo OBJECTIVE: To evaluate the impact of asthma, by gender, in a population sample of asthma patients in Brazil. METHODS: We conducted face-to-face interviews with 400 subjects (> 12 years of age) included in a national probability telephone sample of asthma patients in the Brazilian state capitals of São Paulo, Rio de Janeiro, Curitiba, and Salvador. Each of those 400 subjects completed a 53-item questionnaire that addressed five asthma domains: symptoms; impact of asthma on quality of life; perception of asthma control; exacerbations; and treatment/medication. RESULTS: Of the 400 patients interviewed, 272 (68%) were female. In relation to respiratory symptoms, the proportion of women reporting extremely bothersome symptoms (cough with sputum, tightness in the chest, cough/shortness of breath/tightness in the chest during exercise, nocturnal shortness of breath, and nocturnal cough) was greater than was that of men. Daytime symptoms, such as cough, shortness of breath, wheezing, and tightness in the chest, were more common among women than among men. Women also more often reported that their asthma interfered with normal physical exertion, social activities, sleep, and life in general. Regarding the impact of asthma on quality of life, the proportion of subjects who reported that asthma caused them to feel that they had no control over their lives and affected the way that they felt about themselves was also greater among women than among men. CONCLUSIONS: Among women, asthma tends to be more symptomatic, as well as having a more pronounced effect on activities of daily living and on quality of life.

OBJETIVO: Avaliar o impacto da asma em relação ao sexo em uma amostra populacional de pacientes asmáticos no Brasil. MÉTODOS: Foram entrevistados pessoalmente 400 pacientes asmáticos com idade > 12 anos de uma amostra probabilística nacional por contato telefônico nas cidades de São Paulo, Rio de Janeiro, Curitiba e Salvador. Os indivíduos responderam um questionário de 53 questões relacionadas com cinco domínios da asma: sintomas; impacto da asma na vida; percepção do controle da asma; exacerbações; tratamento e medicação. RESULTADOS: Dos 400 pacientes entrevistados, 272 (68%) eram do sexo feminino. Em relação aos sintomas respiratórios, uma maior proporção de mulheres relatou se sentir extremamente incomodada com seus sintomas (tosse com secreção, sensação de aperto no peito, tosse/falta de ar/sensação de aperto no peito durante exercícios, falta de ar noturna e tosse noturna) do que os homens. Sintomas diurnos, como tosse, falta de ar, chiado e sensação de aperto no peito, foram mais comuns nas mulheres que nos homens. Além disso, a asma interferiu mais frequentemente nos esforços físicos normais, atividades sociais, durante o sono e na vida em geral nas mulheres. Sobre o impacto da asma na qualidade de vida, as mulheres relataram mais frequentemente que os homens que a asma causava uma sensação de falta de controle sobre a própria vida e que eram afetadas na forma como se sentiam em relação a si mesmas. CONCLUSÕES: As mulheres asmáticas apresentam mais sintomas e são mais afetadas em suas atividades diárias e qualidade de vida.
Palavra-chave Asthma/diagnosis
Asthma/prevention & control
Quality of life
Asma
Qualidade de vida
Idioma Inglês
Data de publicação 2014-12-01
Publicado em Jornal Brasileiro de Pneumologia. Sociedade Brasileira de Pneumologia e Tisiologia, v. 40, n. 6, p. 591-598, 2014.
ISSN 1806-3713 (Sherpa/Romeo, fator de impacto)
Publicador Sociedade Brasileira de Pneumologia e Tisiologia
Extensão 591-598
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S1806-37132014000600002
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
Web of Science WOS:000346883200002
SciELO S1806-37132014000600591 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/8770

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S1806-37132014000600591.pdf
Tamanho: 212.6KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta