Intergenerational patterns of family violence related to alcohol abuse: a genogram-based study

Intergenerational patterns of family violence related to alcohol abuse: a genogram-based study

Título alternativo Padrões intergeracionais de violência familiar associada ao abuso de bebidas alcoólicas: um estudo baseado em genogramas
Autor Tondowski, Cláudia Silveira Google Scholar
Feijó, Marianne Ramos Google Scholar
Silva, Eroy Aparecida Google Scholar
Gebara, Carla Ferreira de Paula Google Scholar
Sanchez, Zila van der Meer Autor UNIFESP Google Scholar
Noto, Ana Regina Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo
Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo The objective of this study was to analyze intergenerational patterns of alcohol related violence (ARV). An intentional sample comprising 42 family members was selected according to a set of criteria, including history of ARV. A genogram based on anonymous semi-structured taped interviews was created. The Content Analysis pointed to different patterns of repetition of intergenerational ARV. The most recurrent ones were those of lineal consanguinity (father/son) and through marriage. We observed similarities over the generations of each family as regards the pattern of alcohol consumption; the type of violence; the family reaction and the family life cycle in which ARV was intensified. Our results confirm the intergenerational reproduction of ARV. In conclusion, it is important to create intervention strategies to prevent intergenerational repetition of this association of behaviors.

O objetivo deste estudo foi analisar os padrões intergeracionais de violência familiar associada ao abuso de álcool (VAA). Foi composta uma amostra intencional por critérios, até a saturação teórica, com 42 familiares com histórico intergeracional de VAA, com os quais foi elaborado um genograma por meio de entrevistas semiestruturadas gravadas, individuais e anônimas. A análise de conteúdo indicou diferentes padrões de repetição intergeracional de VAA, sendo mais frequentes as recorrências em linha direta de parentesco (pai/filho) e por meio de casamento. Ao longo das gerações de cada família, foram observadas similaridades em relação ao padrão de consumo de álcool, tipo de violência, reação da família e etapas do ciclo vital familiar de intensificação da VAA. Os resultados confirmam a reprodução intergeracional de VAA. Concluiu-se a importância de estratégias de intervenção para prevenir a repetição intergeracional dessa associação de comportamentos.
Palavra-chave Alcohol abuse
family violence
genogram
intergenerational repetition
Abuso de álcool
violência familiar
genograma
repetição intergeracional
Idioma Inglês
Data de publicação 2014-12-01
Publicado em Psicologia: Reflexão e Crítica. Curso de Pós-Graduação em Psicologia da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, v. 27, n. 4, p. 806-814, 2014.
ISSN 0102-7972 (Sherpa/Romeo)
Publicador Curso de Pós-Graduação em Psicologia da Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Extensão 806-814
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/1678-7153.201427421
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S0102-79722014000400806 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/8762

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0102-79722014000400806.pdf
Tamanho: 434.7KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta