Public school teachers’ perceptions about mental health

Public school teachers’ perceptions about mental health

Título alternativo Percepção de professores de escola pública sobre saúde mental
Autor Soares, Amanda Gonçalves Simões Google Scholar
Estanislau, Gustavo Google Scholar
Brietzke, Elisa Autor UNIFESP Google Scholar
Lefèvre, Fernando Google Scholar
Bressan, Rodrigo Affonseca Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Universidade de São Paulo (USP)
Resumo OBJECTIVE To examine public school teachers’ perceptions about general health and mental health, and the way in which they obtained this information. METHODSQualitative research was conducted with 31 primary and secondary school teachers at a state school in the municipality of São Paulo, SP, Southeastern Brazil, in 2010. The teachers responded to a questionnaire containing open-ended questions about mental health and general health. The following aspects were evaluated: Teachers’ understanding of the terms “health and “mental health,” the relevance of the need for information on the subject, the method preferred for obtaining information, their experience with different media regarding such matters, and perceptions about the extent to which this available information is sufficient to support their practice. The data were processed using the Qualiquantisoft software and analyzed according to the Discourse of the Collective Subject technique. RESULTS From the teachers’ perspective, general health is defined as the proper physiological functioning of the body and mental health is related to the balance between mind and body, as a requirement for happiness. Most of the teachers (80.6%) showed great interest in acquiring knowledge about mental health and receiving educational materials on the subject. For these teachers, the lack of information creates insecurity and complicates the management of everyday situations involving mental disorders. For 61.3% of the teachers, television is the medium that provides the most information on the topic. CONCLUSIONS The data indicate that there is little information available on mental health for teachers, showing that strategies need to be developed to promote mental health in schools.

OBJETIVO Analisar percepções de professores de escola pública sobre saúde geral e saúde mental e os meios de obtenção dessas informações. MÉTODOS Pesquisa qualitativa com 31 professores do ensino fundamental e médio de uma escola estadual do município de São Paulo, no ano de 2010. Os professores responderam a um questionário com perguntas abertas sobre saúde mental e saúde em geral. Avaliou-se o que os professores compreendiam sobre o termo “saúde” e “saúde mental”, a relevância da necessidade de informação sobre o assunto, o método informativo preferido, a experiência com os diferentes meios de comunicação no que tange a assuntos dessa natureza e a percepção sobre quanto essas informações disponíveis são suficientes para amparar a sua prática. Os dados foram processados no software QUALIQUANTISOFT e analisados segundo técnica do Discurso do Sujeito Coletivo. RESULTADOS Na perspectiva do professor, saúde em geral é definida como o adequado funcionamento fisiológico do organismo e saúde mental relaciona-se ao equilíbrio entre mente e corpo, como requisito para a felicidade. A maioria dos professores (80,6%) demonstrou grande interesse em adquirir conhecimentos sobre saúde mental e receber materiais educativos sobre o assunto. Para os professores, a falta de informação gera insegurança e dificulta o manejo de situações cotidianas envolvendo transtornos mentais. Para 61,3% dos professores, a televisão é o veículo que mais produz informação sobre o tema. CONCLUSÕES Os dados indicam que há pouca informação sobre saúde mental disponível para os professores, mostrando ser necessário haver desenvolvimento de estratégias de promoção da saúde mental na escola.
Palavra-chave Faculty
Mental Health
Self-Assessment
Perception
Health Knowledge, Attitudes, Practice
Qualitative Research
Docentes
Saúde Mental
Autoavaliação
Percepção
Conhecimentos, atitudes e prática em saúde
Pesquisa Qualitativa
Idioma Inglês
Data de publicação 2014-12-01
Publicado em Revista de Saúde Pública. Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo, v. 48, n. 6, p. 940-948, 2014.
ISSN 0034-8910 (Sherpa/Romeo)
Publicador Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo
Extensão 940-948
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0034-8910.2014048004696
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S0034-89102014000600940 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/8759

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0034-89102014000600940.pdf
Tamanho: 209.7KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta