Undulatory physical resistance training program increases maximal strength in elderly type 2 diabetics

Undulatory physical resistance training program increases maximal strength in elderly type 2 diabetics

Título alternativo Programa de treinamento físico resistido ondulatório aumenta a força máxima de idosos diabéticos tipo 2
Autor Santos, Gilberto Monteiro dos Google Scholar
Montrezol, Fábio Tanil Google Scholar
Pauli, Luciana Santos Souza Google Scholar
Sartori-Cintra, Angélica Rossi Google Scholar
Colantonio, Emilson Autor UNIFESP Google Scholar
Gomes, Ricardo Jose Autor UNIFESP Google Scholar
Marinho, Rodolfo Google Scholar
Moura, Leandro Pereira de Google Scholar
Pauli, José Rodrigo Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP)
Faculdade Anhanguera de Campinas
Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Resumo Objective To investigate the effects of a specific protocol of undulatory physical resistance training on maximal strength gains in elderly type 2 diabetics. Methods The study included 48 subjects, aged between 60 and 85 years, of both genders. They were divided into two groups: Untrained Diabetic Elderly (n=19) with those who were not subjected to physical training and Trained Diabetic Elderly (n=29), with those who were subjected to undulatory physical resistance training. The participants were evaluated with several types of resistance training’s equipment before and after training protocol, by test of one maximal repetition. The subjects were trained on undulatory resistance three times per week for a period of 16 weeks. The overload used in undulatory resistance training was equivalent to 50% of one maximal repetition and 70% of one maximal repetition, alternating weekly. Statistical analysis revealed significant differences (p<0.05) between pre-test and post-test over a period of 16 weeks. Results The average gains in strength were 43.20% (knee extension), 65.00% (knee flexion), 27.80% (supine sitting machine), 31.00% (rowing sitting), 43.90% (biceps pulley), and 21.10% (triceps pulley). Conclusion Undulatory resistance training used with weekly different overloads was effective to provide significant gains in maximum strength in elderly type 2 diabetic individuals.

Objetivo Verificar os efeitos de um protocolo de treinamento físico resistido ondulatório nos ganhos de força máxima em idosos diabéticos do tipo 2. Métodos Participaram do estudo 48 indivíduos, com idade entre 60 e 85 anos, de ambos os gêneros. Eles foram divididos em dois grupos: Idosos Diabéticos Não Treinados (n=19), com aqueles não submetidos ao treinamento físico, e Idosos Diabéticos Treinados (n=29), que foram submetidos ao protocolo de treinamento físico resistido ondulatório. Os idosos foram avaliados em diversos equipamentos de musculação, antes e após o treinamento resistido ondulatório, por meio do teste de uma repetição máxima. Os participantes realizaram o treinamento resistido ondulatório três vezes por semanas, durante um período de 16 semanas. A sobrecarga do programa foi alternada, sendo em 1 semana equivalente a 50% de uma repetição máxima e, na outra semana, a 70% de uma repetição máxima. A análise estatística revelou diferenças significativas (p<0,05) entre os resultados dos testes pré e pós-período de treinamento resistido ondulatório em um período de 16 semanas. Resultados Os ganhos médios de força foram de 43,20% (extensão de joelho), 65,00% (flexão de joelho), 27,80% (supino sentado máquina), 31,00% (remada sentado), 43,90% (bíceps pulley) e 21,10% (tríceps pulley). Conclusão O protocolo de treinamento resistido ondulatório utilizado com sobrecargas semanais diferentes foi eficiente em proporcionar significativos ganhos de força máxima em idosos diabéticos do tipo 2.
Palavra-chave Muscular strength
Physical education and training
Aging
Aged
Diabetes mellitus, type 2
Força muscular
Educação física e treinamento
Envelhecimento
Idoso
Diabetes mellitus tipo 2
Idioma Inglês
Data de publicação 2014-12-01
Publicado em Einstein (São Paulo). Instituto Israelita de Ensino e Pesquisa Albert Einstein, v. 12, n. 4, p. 425-432, 2014.
ISSN 1679-4508 (Sherpa/Romeo)
Publicador Instituto Israelita de Ensino e Pesquisa Albert Einstein
Extensão 425-432
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S1679-45082014AO3162
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S1679-45082014000400425 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/8748

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S1679-45082014000400425.pdf
Tamanho: 332.8KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta