Contact with nature: effects of field trips on pro-environmental knowledge, intentions and attitudes

Contact with nature: effects of field trips on pro-environmental knowledge, intentions and attitudes

Título alternativo O contato com a natureza: efeitos de viagens ao campo sobre os conhecimentos intenções e atitudes pró-ambientais
Autor Neiman, Zysman Autor UNIFESP Google Scholar
Ades, César Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo The effects of direct contact with nature on pro-environmental attitudes, values and knowledge were assessed by taking college students on field trips at Parque Estadual Turístico do Alto Ribeira (PETAR), and applying a system of directed activities developed throughout 16 years. The changes in knowledge, values and attitudes were evaluated in these students (experimental groups) and other students who were not exposed to the field trips (control groups) through questionnaires which were applied before (pre-tests) and after the trip (post-tests). Meaningful differences were verified between the control and the experimental groups, as well as discrepancies between the pre- and post-tests applied to the experimental groups - a clear indication that the direct contact with nature affected the positioning of the students towards environmental matters. These outcomes reinforce the idea of the importance of contact with nature as a way of implementing pro-environmental behaviors.

Os efeitos do contato direto com a natureza nos conhecimentos, nas intenções e atitudes pró-ambientais foram avaliados durante viagens com estudantes universitários ao Parque Estadual Turístico do Alto Ribeira (PETAR), onde foram realizadas atividades dirigidas desenvolvidas ao longo de 16 anos. As mudanças nos conhecimentos, valores e atitudes foram avaliadas nesses alunos (grupos experimentais) e em outros, que não participaram das viagens (grupos- controle), por meio de questionários que foram aplicados antes (pré-testes) e depois da viagem (pós-testes). Diferenças significativas foram verificadas entre os grupos-controle e experimentais, bem como discrepâncias entre os pré e pós-testes aplicados aos grupos experimentais - uma clara indicação de que o contato direto com a natureza afetou o posicionamento dos alunos em relação às questões ambientais. Estes resultados reforçam a ideia da importância do contato com a natureza como forma de implementar comportamentos pró-ambientais.
Idioma Inglês
Data de publicação 2014-12-01
Publicado em Ciência & Educação (Bauru). Programa de Pós-Graduação em Educação para a Ciência, Universidade Estadual Paulista (UNESP), Faculdade de Ciências, campus de Bauru., v. 20, n. 4, p. 889-902, 2014.
ISSN 1516-7313 (Sherpa/Romeo)
Publicador Programa de Pós-Graduação em Educação para a Ciência, Universidade Estadual Paulista (UNESP), Faculdade de Ciências, campus de Bauru.
Extensão 889-902
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/1516-73132014000400008
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S1516-73132014000400008 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/8730

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S1516-73132014000400008.pdf
Tamanho: 388.5KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta