Coping strategies used by family members of individuals receiving hemodialysis

Coping strategies used by family members of individuals receiving hemodialysis

Título alternativo Estrategias de afrontamiento utilizadas por las familias de las personas en tratamiento de hemodiálisis
Estratégias de coping utilizadas por familiares de indivíduos em tratamento hemodialítico
Autor Marques, Fernanda Ribeiro Baptista Google Scholar
Botelho, Marina Raduy Google Scholar
Marcon, Sonia Silva Google Scholar
Pupulim, Jussara Simone Lenzi Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
aff2
Universidade Estadual de Maringá
UEM
Resumo This descriptive, qualitative study aims to identify the coping strategies used most by the family members of patients with chronic kidney disease receiving hemodialysis. The data were collected through interviews, with the Coping Strategies Inventory questionnaire administered to ten family members, and were submitted to descriptive statistics and to thematic content analysis. The strategy used most was escape-avoidance, demonstrating that the family members prefer not to face the situation. The second most-used strategy was social support, ratified by the fact that they stated that they talk with other persons and professionals, seeking information about the problem, and because they accept the support received positively. The third was problem resolution, represented by the attitude of accepting responsibility for the care, either through strong affective bonds or through a feeling of responsibility established prior to the disease. The families use coping strategies of different intensities, while, nevertheless, indicating involvement and major participation in the care for the patient.

Estudio cualitativo, que trató de identificar las estrategias de afrontamiento empleadas por las familias de los pacientes con insuficiencia renal crónica en hemodiálisis. Se aplicó el Inventario de Estrategias de Afrontamiento y una questión abierta con diez familiares. Los datos cuantitativos fueron sometidos a procedimientos estatísticos y análisis de contenido cualitativo. La estrategia de mayor utilización fue el escape y evitación (oito), lo que demuestra que los miembros de las familisa preferían no tener que enfrentar esta situación. La siguiente estrategia fue utilizada más apoyo social, ya hablé con otras personas y profesionales que buscan información sobre el problema, y aceptar el apoyo positivo recibido. A terceira foi resolução de problemas, representada pela atitude em assumir o cuidado, seja pelo forte vínculo afetivo ou pelo sentimento de responsabilidade já estabelecido antes da doença. Familias de las estrategias de afrontamiento empleadas con diferentes intensidades, pero mostrando una gran implicación y la participación en el cuidado del paciente crónico.

Estudo descritivo, de natureza quali-quantitativa, que objetivou identificar as estratégias de enfrentamento mais utilizadas por familiares de pacientes com doença renal crônica em hemodiálise. Os dados foram coletados por meio de entrevista, com aplicação do Inventário de Estratégias de Coping a dez familiares, e submetidos à estatística descritiva e à análise de conteúdo temática. A estratégia mais utilizada foi fuga e esquiva, demonstrando que os familiares preferiam não enfrentar a situação. A segunda estratégia mais usada foi suporte social, ratificada ao afirmarem que conversaram com outras pessoas e profissionais buscando informações sobre o problema, e por aceitarem positivamente o apoio recebido. A terceira foi resolução de problemas, representada pela atitude em assumir o cuidado, seja pelo forte vínculo afetivo ou pelo sentimento de responsabilidade já estabelecido antes da doença. As famílias empregaram estratégias de enfrentamento com intensidades diferentes, porém indicando envolvimento e grande participação no cuidado ao doente.
Palavra-chave Renal dialysis
Behavior
Psychological adaptation
Chronic disease
Family relationships
Diálise renal
Comportamento
Adaptação psicológica
Doença crônica
Relações familiares
Idioma Inglês
Data de publicação 2014-12-01
Publicado em Texto & Contexto - Enfermagem. Universidade Federal de Santa Catarina, Programa de Pós Graduação em Enfermagem , v. 23, n. 4, p. 915-924, 2014.
ISSN 0104-0707 (Sherpa/Romeo)
Publicador Universidade Federal de Santa Catarina, Programa de Pós Graduação em Enfermagem
Extensão 915-924
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/0104-07072014002220011
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S0104-07072014000400915 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/8709

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0104-07072014000400915.pdf
Tamanho: 197.4KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta