Metodologias problematizadoras em currículos de graduação médica

Metodologias problematizadoras em currículos de graduação médica

Título alternativo Problem solving in medical undergraduate curricula
Autor Maia, José Antonio Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo Education, at its various levels, plays a role of assimilating a cultural reality and aims to prepare the student to solve problems related to a particular area of knowledge. Among the various theoretical possibilities of the learning process, constructivism has exerted an influence on professional training, as shown mainly by problem-solving methodologies of teaching and learning. The undergraduate course in medicine is, in several schools around the world, a setting for the application of these methods: problem-based learning and problem-solving. Although methodologically different, both deal with areas of potential cognitive development of students, highlighting problems instead of contents as bridges between knowledge of the learner and learning objects. This work summarizes the use of problem-solving methodologies in medical training as strategies for approaching school education with everyday learning professional activities, and proposes a reformulation of the arch of Maguerez that makes the scheme more suitable to the various stages of the training process.

A educação, em seus vários níveis, tem o papel de assimilação de uma realidade cultural e de se preparar para resolver problemas referentes a determinada área do conhecimento. Dentre as várias vertentes do ensino, o construtivismo tem exercido influência na formação profissional, manifestada principalmente nas metodologias problematizadoras de ensino-aprendizagem. Em diversas escolas no mundo, o curso de graduação em Medicina tem se mostrado um cenário de aplicação destas modalidades: a aprendizagem baseada em problemas e a problematização. Embora metodologicamente diferentes, ambas trabalham em regiões de desenvolvimento cognitivo potencial dos estudantes, valorizando problemas e não temáticas como pontes entre o conhecimento do aluno e os objetos de aprendizagem. Este trabalho sumaria a utilização das metodologias problematizadoras na formação profissional na graduação médica como estratégias de aproximação da aprendizagem cotidiana do profissional, propondo uma reformulação do arco de Maguerez que torna o esquema mais aplicável às diversas etapas desse processo formativo.
Palavra-chave Medical Education
Curriculum
Problem Solving
Educação Médica
Currículo
Resolução de Problemas
Idioma Português
Data de publicação 2014-12-01
Publicado em Revista Brasileira de Educação Médica. Associação Brasileira de Educação Médica, v. 38, n. 4, p. 566-574, 2014.
ISSN 0100-5502 (Sherpa/Romeo)
Publicador Associação Brasileira de Educação Médica
Extensão 566-574
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0100-55022014000400018
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S0100-55022014000400018 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/8707

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0100-55022014000400018.pdf
Tamanho: 671.7KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta