Prevalence of sleep bruxism in children: A systematic review

Prevalence of sleep bruxism in children: A systematic review

Autor Machado, Eduardo Google Scholar
Dal-Fabbro, Cibele Google Scholar
Cunali, Paulo Afonso Autor UNIFESP Google Scholar
Kaizer, Osvaldo Bazzan Google Scholar
Instituição Federal University of Santa Maria
Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Federal University of Paraná
UFSM
Resumo INTRODUCTION: Prevalence of sleep bruxism (SB) in children is subject to discussions in the literature. OBJECTIVE: This study is a systematic literature review aiming to critically assess the prevalence of SB in children. METHODS: Survey using the following research databases: MEDLINE, Cochrane, EMBASE, PubMed, Lilacs and BBO, from January 2000 to February 2013, focusing on studies specifically assessing the prevalence of SB in children. RESULTS: After applying the inclusion criteria, four studies were retrieved. Among the selected articles, the prevalence rates of SB ranged from 5.9% to 49.6%, and these variations showed possible associations with the diagnostic criteria used for SB. CONCLUSION: There is a small number of studies with the primary objective of assessing SB in children. Additionally, there was a wide variation in the prevalence of SB in children. Thus, further, evidence-based studies with standardized and validated diagnostic criteria are necessary to assess the prevalence of SB in children more accurately.

INTRODUÇÃO: a prevalência de bruxismo do sono (BS) na população infantil é tema de discussões na literatura. OBJETIVO: assim, este trabalho, por meio de uma revisão sistemática, teve como objetivo avaliar, de forma crítica, a prevalência de BS em crianças. MÉTODOS: foi feito um levantamento nas bases de pesquisa MEDLINE, Cochrane, Embase, PubMed, Lilacs e BBO, entre os anos de 2000 e fevereiro de 2013, com enfoque em estudos que avaliaram especificamente a prevalência de BS em crianças. RESULTADOS: após a aplicação dos critérios de inclusão, chegou-se a quatro estudos. Entre os artigos selecionados, as taxas de prevalência de BS variaram de 5,9% a 49,6%, sendo que essas variações apresentaram possíveis associações com os critérios diagnósticos para BS. CONCLUSÃO: verifica-se um número reduzido de estudos que apresentaram o objetivo primário de avaliar o BS em crianças, além de uma grande variação nas taxas de prevalência. Torna-se necessária a realização de novos estudos, baseados em métodos de evidências e com critérios diagnósticos padronizados e validados, para avaliar com maior precisão a prevalência do BS em crianças.
Palavra-chave Sleep bruxism
Bruxism
Prevalence
Child
Bruxismo do sono
Bruxismo
Prevalência
Criança
Idioma Inglês
Data de publicação 2014-12-01
Publicado em Dental Press Journal of Orthodontics. Dental Press International, v. 19, n. 6, p. 54-61, 2014.
ISSN 2176-9451 (Sherpa/Romeo)
Publicador Dental Press International
Extensão 54-61
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/2176-9451.19.6.054-061.oar
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S2176-94512014000600054 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/8704

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S2176-94512014000600054.pdf
Tamanho: 184.4KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta