Disfunção sexual e fatores associados relatados no período pós-parto

Disfunção sexual e fatores associados relatados no período pós-parto

Título alternativo Sexual dysfunction and associated factors reported in the postpartum period
Autor Holanda, Juliana Bento de Lima Autor UNIFESP Google Scholar
Abuchaim, Erika de Sá Vieira Autor UNIFESP Google Scholar
Coca, Kelly Pereira Autor UNIFESP Google Scholar
Abrão, Ana Cristina Freitas de Vilhena Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de Alagoas
Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo Objective To estimate the prevalence and factors associated with sexual dysfunction in the postpartum period.Methods Cross-sectional study of 200 postpartum women in their resumption to sexual activity. Data were collected in a private place, through interviews and recorded in forms, containing information regarding sexual life of postpartum women.Results Among the women studied, it was found that 33.5%, 76.0% and 43.5% had sexual dysfunction before pregnancy, during and after delivery, respectively. The types of dysfunction most frequently identified were dyspareunia, vaginismus, dysfunction of desire, orgasmic and arousal. The significantly associated factors were Catholic or protestant religions, vaginal delivery with suture, dyspareunia during pregnancy, vaginismus before pregnancy and working hours over 8 hours/daily.Conclusion The prevalence of sexual dysfunction was high and associated factors were religion, working hours, previous history of dysfunction and type of delivery.

Objetivo Estimar a prevalência e os fatores associados à disfunção sexual no período pós-parto.Métodos Estudo transversal com 200 puérperas que retomaram a vida sexual ativa. Os dados foram coletados, em local privado, por meio de entrevista e registrados em formulário contendo informações pertinentes a vida sexual das puerperas.Resultados Dentre as mulheres pesquisadas verificou-se que 33,5%, 76,0% e 43,5% apresentavam disfunções sexuais antes da gravidez, durante e após o parto, respectivamente. Os tipos de disfunção identificados com maior frequência foram a dispareunia, seguida do vaginismo, disfunção do desejo, orgásmica e excitação. Os fatores significativamente associados foram as religiões católica ou evangélica, o parto vaginal com sutura, a dispareunia durante a gravidez, o vaginismo antes da gravidez e uma jornada de trabalho além de 8 horas/diárias.Conclusão A prevalência das disfunções sexuais foi alta e os fatores associados foram: religião, jornada de trabalho, história prévia de disfunção e tipo de parto.
Palavra-chave Sexual behavior
Obstetrical nursing
Nursing research
Physiological sexual dysfunction
Postpartum period
Questionnaires
Comportamento sexual
Enfermagem obstétrica
Pesquisa em enfermagem
Disfunção sexual fisiológica
Período pós-parto
Questionários
Idioma Português
Data de publicação 2014-12-01
Publicado em Acta Paulista de Enfermagem. Escola Paulista de Enfermagem, Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), v. 27, n. 6, p. 573-578, 2014.
ISSN 0103-2100 (Sherpa/Romeo)
Publicador Escola Paulista de Enfermagem, Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 573-578
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/1982-0194201400093
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S0103-21002014000600573 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/8694

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0103-21002014000600573.pdf
Tamanho: 121.6KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta