Verification of the therapeutic process in cleft patients

Verification of the therapeutic process in cleft patients

Título alternativo Verificação do processo terapêutico em pacientes fissurados
Autor Bautzer, Ana Paula Doi Google Scholar
Guedes, Zelita Caldeira Ferreira Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo PURPOSE: This study was conducted to verify the origin of a longer or even failed therapeutic process in patients with cleft lip and palate as to its difficulty. METHODS: Eighteen children undergoing therapeutic process were observed for at least 6 months and divided into two groups: presenting isolated cleft lip and palate (group I) and having been diagnosed by a Speech-Language Pathologist with reading and writing disorders, with manifestation of phonological awareness deficit (group II). Two tests were applied for the evaluation of speech and language: ABFW Language Test for Young Children (phonology) and Phonological Awareness: Instrument of Sequential Assessment (CONFIAS). RESULTS: Group I presented higher percentages in ABFW test than group II, except in the simplification of consonant cluster and plosive devoicing variables. It was also observed that, in the process of omission, group I hardly omits the vibrant consonant, as observed in group II. At the syllable level of CONFIAS, the percentages observed in group I tended to be higher than in group II, with the exception of the following tasks: medial syllable, production of rhyme, and exclusion. At the phoneme level, the percentages observed in group II tended to be higher than in group I, with the exception of the following tasks: starts with given sound, exclusion, synthesis, and segmentation. No significant difference was observed between percentage distributions in groups I and II (p>0.118). CONCLUSIONS: The differences found between groups I and II, although not statistically significant, may suggest that the presence of malformation hinders speech and language acquisition and development and prolongs the therapeutic process if directive interventions are not carried out, including phonological awareness therapy.

OBJETIVO: Verificar a origem de um processo terapêutico mais longo ou até com insucesso de pacientes com fissura labiopalatina quanto à sua dificuldade de fala. MÉTODOS: Foram observadas 18 crianças em processo terapêutico há pelo menos seis meses, divididas em dois grupos: com fissura labiopalatina isolada (grupo I), e com diagnóstico fonoaudiológico de transtorno de leitura e escrita com manifestação de déficit da consciência fonológica (grupo II). Aplicaram-se dois testes para avaliação de fala e linguagem: ABFW - Teste de Linguagem Infantil (área de Fonologia) e Consciência Fonológica: Instrumento de Avaliação Sequencial (CONFIAS). RESULTADOS: No ABFW, o grupo I apresentou porcentagens maiores do que o grupo II, menos nas variáveis simplificação de encontro consonantal e ensurdecimento de plosiva. Também observou-se que, para o processo de omissão, grupo I dificilmente omite as vibrantes como ocorreu no grupo II. No CONFIAS nível sílaba as porcentagens do grupo I tendem a ser maiores que as do grupo II, com exceção das tarefas sílaba medial, produção de rima e exclusão. No nível do fonema, as porcentagens do grupo II tendem a ser maiores do que no grupo I, com exceção das tarefas: inicia com som dado, exclusão, síntese e segmentação, mesmo sem diferença significativa entre as distribuições da porcentagem nos grupos I e II (p>0,118). CONCLUSÕES: As diferenças encontradas entre os grupos I e II, apesar de não significativas estatisticamente, podem sugerir que a presença da malformação dificulte a aquisição e o desenvolvimento da fala e linguagem, e prolongue o processo terapêutico se não realizadas intervenções diretivas, como incluir terapia de consciência fonológica.
Idioma Inglês
Data de publicação 2014-12-01
Publicado em CoDAS. Sociedade Brasileira de Fonoaudiologia, v. 26, n. 6, p. 457-463, 2014.
ISSN 2317-1782 (Sherpa/Romeo)
Publicador Sociedade Brasileira de Fonoaudiologia
Extensão 457-463
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/2317-1782/20140000099
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S2317-17822014000600457 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/8668

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S2317-17822014000600457.pdf
Tamanho: 235.3KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta