Amitriptyline and aerobic exercise or amitriptyline alone in the treatment of chronic migraine: a randomized comparative study

Amitriptyline and aerobic exercise or amitriptyline alone in the treatment of chronic migraine: a randomized comparative study

Título alternativo Amitriptilina e exercício aeróbico ou amitriptilina isolada no tratamento da migrânea crônica: um estudo randomizado e comparativo
Autor Santiago, Michelle Dias Santos Google Scholar
Carvalho, Deusvenir de Souza Google Scholar
Gabbai, Alberto Alain Autor UNIFESP Google Scholar
Pinto, Mariana Machado Pereira Google Scholar
Moutran, Andrea Regina Correa Google Scholar
Villa, Thaís Rodrigues Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo To compare the preventive treatment benefits of amitriptyline and aerobic exercise or amitriptyline alone in patients with chronic migraine.Method Sixty patients, both genders, aged between 18 and 50 years, with a diagnosis of chronic migraine, were randomized in groups called amitriptyline and aerobic exercise or amitriptyline alone. The following parameters were evaluated: headache frequency, intensity and duration of headache, days of the analgesic medication use, body mass index (BMI), Beck Depression Inventory (BDI) and Beck Anxiety Inventory (BAI) scores. Results In the evaluated parameters, was observed decrease in headache frequency (p=0.001), moderate intensity (p=0.048), in headache duration (p=0.001), the body mass index (p=0.001), Beck Depression Inventory (p=0.001) and Beck Anxiety Inventory scores (p=0.001), when groups were compared in the end of third month. Conclusion In this study, the amitriptyline was an effective treatment for chronic migraine, but its efficacy was increased when combined with aerobic exercise.

Comparar os benefícios do tratamento preventivo em pacientes com migrânea crônica utilizando a amitriptilina associada ao exercício aeróbico ou amitriptilina isolada.Método Sessenta pacientes de ambos os sexos com idade entre 18 e 50 anos e com diagnóstico de migrânea crônica foram randomizados para receber amitriptilina e orientados a: praticar exercícios aeróbicos ou somente a amitriptilina isolada. Os seguintes parâmetros foram avaliados: frequência, intensidade e duração da cefaleia, dias de uso de medicação analgésica, índice de massa corporal (IMC), e pontuação nas escalas de Beck Depression Inventory (BDI) e Beck Anxiety Inventory (BAI). Resultados Nos parâmetros avaliados, houve redução na frequência da cefaleia (p=0,001), intensidade moderada (p=0,048), na duração (p=0,001), no índice de massa corporal (p=0,001), e pontuação nas escalas Beck Depression Inventory (p=0,001) e Beck Anxiety Inventory (p=0,001), quando os grupos foram comparados ao final do terceiro mês. Conclusão A amitriptilina foi um tratamento eficaz para a migrânea crônica, mas sua eficácia foi maior quando combinada com exercício aeróbio.
Palavra-chave chronic migraine
adults
prophylaxis
amitriptyline
aerobic exercise
migrânea crônica
adultos
profilaxia
amitriptilina
exercício aeróbio
Idioma Inglês
Data de publicação 2014-11-01
Publicado em Arquivos de Neuro-Psiquiatria. Academia Brasileira de Neurologia - ABNEURO, v. 72, n. 11, p. 851-855, 2014.
ISSN 0004-282X (Sherpa/Romeo)
Publicador Academia Brasileira de Neurologia - ABNEURO
Extensão 851-855
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/0004-282X20140148
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S0004-282X2014001100851 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/8655

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0004-282X2014001100851.pdf
Tamanho: 93.01KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta