Knowledge, perceptions and use of generic drugs: a cross sectional study

Knowledge, perceptions and use of generic drugs: a cross sectional study

Título alternativo Conhecimento, percepções e utilização de medicamentos genéricos: um estudo transversal
Autor Lira, Claudio Andre Barbosa de Google Scholar
Oliveira, Jéssica Nathalia Soares Google Scholar
Andrade, Marilia dos Santos Autor UNIFESP Google Scholar
Vancini-Campanharo, Cássia Regina Google Scholar
Vancini, Rodrigo Luiz Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de Goiás Faculdade de Educação Física e Dança
Universidade Federal de Goiás
Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Universidade Federal do Espírito Santo Physical Education and Sports Center
Resumo ObjectiveTo assess the level of knowledge, perceptions and usage profile for generic drugs among laypersons. MethodA cross-sectional study was conducted with 278 volunteers (180 women and 98 men, aged 37.1±15.8 years). A questionnaire was drawn up with questions on their use, perceptions and knowledge of generic drugs. ResultMost respondents (99.6%) knew that generic drugs exist, but only 48.6% were able to define them correctly, while 78.8% of the respondents had some information about generics. This information was obtained mainly through television (49.3%). In terms of generic drug characteristics, 79.1% stated that they were confident about their efficacy, 74.8% believed that generic drugs have the same effect as branded medications, 88.8% said that generics were priced lower than branded medications, and 80.2% stated that they bought generic drugs because of price. With regard to drugs prescribed by medical practitioners, 17.6% of the participants said that their doctors never prescribed generics and only 7.5% confirmed that their doctors always prescribed generics. ConclusionFor the lay public, the sample in this study has sufficient knowledge of generic drugs in terms of definition, efficacy and cost. Consequently, the volunteers interviewed are very likely to use generics. Furthermore, the results of this study indicate that programs should be implemented in order to boost generic drug prescriptions by medical practitioners.

ObjetivoAvaliar nível de conhecimento, percepções e perfil de utilização dos medicamentos genéricos entre leigos. MétodoRealizou-se um estudo transversal com 278 voluntários (180 mulheres e 98 homens, com idade de 37,1±15,8 anos). Criou-se um questionário com perguntas em relação à utilização, à percepção e ao conhecimento sobre genéricos. ResultadoA maioria dos entrevistados (99,6%) conhecia a existência dos genéricos, e apenas 48,6% souberam definir corretamente o que os mesmos são. Do total de entrevistados, 78,8% tiveram algum tipo de informação com relação aos genéricos. Essas informações foram obtidas, principalmente, por meio da televisão (49,3%). Com relação às características dos medicamentos genéricos, 79,1% afirmaram ter confiança em sua eficácia, 74,8% acreditavam que o medicamento genérico possuía um efeito igual ao do medicamento de marca, 88,8% informaram que o genérico possuía um preço menor que o medicamento de marca, e 80,2% afirmaram comprar o medicamento genérico por conta do preço. Quanto à prescrição de medicamentos por parte dos profissionais médicos, 17,6% dos participantes afirmaram que seu médico nunca prescreveu medicamentos genéricos e apenas 7,5% disseram que seus médicos sempre prescreviam genéricos. ConclusãoPara um público leigo, a amostra estudada apresentou suficiente conhecimento com relação aos genéricos, no que concerne à definição, eficácia e custo. Dessa forma, os voluntários entrevistados apresentaram elevada propensão à utilização de genéricos. Adicionalmente, os resultados deste estudo demonstraram que se faz necessário implantar programas para aumentar a prescrição de medicamentos genéricos por profissionais médicos.
Palavra-chave Reference drugs
Generic drugs
Public policies
Drug use
Patient education
Medicamentos de referência
Medicamentos genéricos
Políticas públicas
Uso de medicamentos
Educação do paciente
Idioma Inglês
Data de publicação 2014-09-01
Publicado em Einstein (São Paulo). Instituto Israelita de Ensino e Pesquisa Albert Einstein, v. 12, n. 3, p. 267-273, 2014.
ISSN 1679-4508 (Sherpa/Romeo)
Publicador Instituto Israelita de Ensino e Pesquisa Albert Einstein
Extensão 267-273
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S1679-45082014AO3125
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S1679-45082014000300267 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/8572

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S1679-45082014000300267.pdf
Tamanho: 326.8KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta