Hepatotoxicidade induzida por Hypericum perforatum com possível associação a copaíba (Copaifera langsdorffii Desf): relato de caso

Hepatotoxicidade induzida por Hypericum perforatum com possível associação a copaíba (Copaifera langsdorffii Desf): relato de caso

Título alternativo Hypericum perforatum-induced hepatotoxicity with possible association with copaiba (Copaifera langsdorffii Desf):case report
Autor Agollo, Marjorie Costa Google Scholar
Miszputen, Sender Jankiel Google Scholar
Diament, Jayme Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Hospital Israelita Albert Einstein
Resumo We report a case of liver damage in an elderly patient after the use of herbal products of Hypericum perforatum and copaiba (Copaifera langsdorffii Desf). Hepatotoxicity related to Hypericum perforatum is anecdotally known, but for copaiba, widely used as anti-inflammatory, there is just experimental data in the national literature. This report aimed to draw attention to the possible toxic effects of this association as well as to the clinical recovery of the patient after discontinuing their use. There is a tendency to suspect of the action of drugs to justify a non-viral acute liver injury, because of the large number of drugs responsible for hepatotoxicity. There are experiments and clinical reports in the literature describing some herbal products, including Hypericum perforatum, as the causative agents of this aggression, and are considered innocuous and used with no restrictions. We must remember that adverse reactions also occur with these substances; hence, they should be investigated when collecting the patient´s history, for leading to severe liver failure.

Relatamos um caso de dano hepático em paciente idosa após uso de produtos naturais à base de Hypericum perforatum e copaíba (Copaifera langsdorffii Desf). A hepatotoxicidade do Hypericum perforatum é conhecida por relatos, mas a respeito da copaíba, largamente usada como anti-inflamatório, há apenas dados experimentais na literatura nacional. Essa apresentação visou chamar a atenção para possível efeito tóxico dessa associação, bem como para a recuperação clínica da paciente após interrupção de seu uso. Há uma tendência de suspeitar sobre a ação de medicamentos para justificar a lesão hepática aguda não viral, em razão do grande número de fármacos responsáveis por hepatotoxicidade. A literatura tem publicado experimentos e relatos clínicos em que produtos fitoterápicos, inclusive Hypericum perforatum, são o agente causador dessa agressão, considerados inócuos e utilizados livremente. É preciso lembrar que reações adversas ocorrem também com essas substâncias, merecendo sua investigação na obtenção da anamnese, pela possibilidade de promoverem quadros graves de falência hepática.
Palavra-chave Drug-induced liver injury
Hypericum/adverse effects
Phytotherapeutic drugs/adverse effects
Case reports
Doença hepática induzida por droga
Hypericum/efeitos adversos
Medicamentos fitoterápicos/efeitos adversos
Relatos de casos
Idioma Português
Data de publicação 2014-09-01
Publicado em Einstein (São Paulo). Instituto Israelita de Ensino e Pesquisa Albert Einstein, v. 12, n. 3, p. 355-357, 2014.
ISSN 1679-4508 (Sherpa/Romeo)
Publicador Instituto Israelita de Ensino e Pesquisa Albert Einstein
Extensão 355-357
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S1679-45082014RC2953
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S1679-45082014000300355 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/8541

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S1679-45082014000300355.pdf
Tamanho: 246.4KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta