Comparison between reference values for FVC, FEV1, and FEV1/FVC ratio in White adults in Brazil and those suggested by the Global Lung Function Initiative 2012

Comparison between reference values for FVC, FEV1, and FEV1/FVC ratio in White adults in Brazil and those suggested by the Global Lung Function Initiative 2012

Título alternativo Comparação entre os valores de referência para CVF, VEF1 e relação VEF1/CVF em brasileiros caucasianos adultos e aqueles sugeridos pela Global Lung Function Initiative 2012
Autor Pereira, Carlos Alberto de Castro Autor UNIFESP Google Scholar
Duarte, Andrezza Araujo Oliveira Google Scholar
Gimenez, Andrea Google Scholar
Soares, Maria Raquel Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Federal University of Campina Grande
Centro Diagnóstico Brasil
Resumo OBJECTIVE:To evaluate the spirometry values predicted by the 2012 Global Lung Function Initiative (GLI) equations, which are recommended for international use, in comparison with those obtained for a sample of White adults used for the establishment of reference equations for spirometry in Brazil.METHODS:The sample comprised 270 and 373 healthy males and females, respectively. The mean differences between the values found in this sample and the predicted values calculated from the GLI equations for FVC, FEV1, and VEF1/FVC, as well as their lower limits, were compared by paired t-test. The predicted values by each pair of equations were compared in various combinations of age and height.RESULTS:For the males in our study sample, the values obtained for all of the variables studied were significantly higher than those predicted by the GLI equations (p < 0.01 for all). These differences become more evident in subjects who were shorter in stature and older. For the females in our study sample, only the lower limit of the FEV1/FVC ratio was significantly higher than that predicted by the GLI equation.CONCLUSIONS:The predicted values suggested by the GLI equations for White adults were significantly lower than those used as reference values for males in Brazil. For both genders, the lower limit of the FEV1/FVC ratio is significantly lower than that predicted by the GLI equations.

OBJETIVO:Comparar os valores espirométricos previstos pelas equações da Global Lung Function Initiative (GLI) em 2012, sugeridas como de uso internacional, com aqueles obtidos em uma amostra utilizada para derivação de valores de referência em adultos caucasianos brasileiros.MÉTODOS:A amostra utilizada era composta por 270 homens e 373 mulheres saudáveis. As médias das diferenças entre os valores dessa amostra e os valores previstos calculados a partir das equações da GLI para CVF, VEF1 e VEF1/CVF, assim como seus limites inferiores, foram comparados por teste de t pareado. Os valores previstos pelos pares das equações foram comparados em diversas combinações de idade e estatura.RESULTADOS:Nos homens da amostra, os valores obtidos para todas as variáveis estudadas foram significativamente maiores que aqueles previstos pelas equações da GLI (p < 0,01 para todas). Estas diferenças se tornaram mais evidentes em indivíduos com menor estatura e idade mais avançada. Nas mulheres, somente o limite inferior da relação VEF1/CVF foi significativamente maior na amostra brasileira.CONCLUSÕES:Os valores previstos sugeridos pelas equações da GLI para caucasianos são significativamente menores daqueles utilizados como referência para homens brasileiros. Em ambos os sexos, o limite inferior da relação VEF1/CVF é significativamente menor que o previsto pelas equações GLI
Palavra-chave Respiratory function tests/statistics and numerical data
Respiratory function tests/diagnosis
Reference values
Testes de função respiratória/estatística e dados numéricos
Testes de função respiratória/diagnóstico
Valores de referência
Idioma Inglês
Data de publicação 2014-08-01
Publicado em Jornal Brasileiro de Pneumologia. Sociedade Brasileira de Pneumologia e Tisiologia, v. 40, n. 4, p. 397-402, 2014.
ISSN 1806-3713 (Sherpa/Romeo)
Publicador Sociedade Brasileira de Pneumologia e Tisiologia
Extensão 397-402
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S1806-37132014000400007
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S1806-37132014000400397 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/8527

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S1806-37132014000400397.pdf
Tamanho: 158.6KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta