Process of speech acquisition and development of autistic children with or without autistic regression

Process of speech acquisition and development of autistic children with or without autistic regression

Título alternativo Trajetória de aquisição e desenvolvimento de fala de crianças autistas com e sem história de regressão autística
Autor Tamanaha, Ana Carina Autor UNIFESP Google Scholar
Machado, Gislaine Mara Guerra Google Scholar
Loebmann, Carla Google Scholar
Perissinoto, Jacy Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo PURPOSE:To compare the trajectory of acquisition speech and development of autistic children with or without autistic regression.METHODS:The sample consisted of 64 children, aged 3-10 years, of both genders, diagnosed by a multidisciplinary team with autism. In the analysis were investigated during the interview: mention whether or not the episode regression speech reported by parents; number of words produced in a minimum period of three months prior to detection of regression; mention whether or not the episode regression social behaviors concomitant arrest in speech, verbal and production at three years of age. We adopted a significance level of 5% for statistical analysis.RESULTS:Thirty one percent of children had speech regression. These, 100% showed regression of social behaviors. Mean words produced before the detection regression were five. The groups did not show difference on the period of acquisition and development of speech.CONCLUSIONS:It was possible to compare the trajectory speech development of children with or without regression. And we did not find that the children affected by autistic regression period show more positive clinical outcome in relation to the production of speech.

OBJETIVO:Comparar a trajetória de aquisição e desenvolvimento de fala de crianças autistas com e sem história de regressão autística.MÉTODOS:A amostra foi constituída por 64 crianças autistas, de três a dez anos, de ambos os gêneros, diagnosticadas por equipe multidisciplinar. Foram investigadas na anamnese: menção ou não ao episódio de regressão de fala relatada pelos pais; número de palavras produzidas num período mínimo de três meses anterior à detecção da regressão; menção ou não a episódio de regressão de comportamentos sociais concomitantes à parada na fala; e a produção verbal aos três anos de idade. Adotou-se nível de significância de 5%.RESULTADOS:Trinta e um por cento das crianças apresentaram menção à regressão. Destas, 100% também apresentaram perda de habilidades lúdicas e sociais. A média de palavras produzidas anteriormente à detecção de regressão foi cinco. Os grupos com e sem menção à regressão não diferiram quanto à trajetória de aquisição e desenvolvimento de fala.CONCLUSÕES:Foi possível comparar a trajetória de desenvolvimento de fala de crianças autistas com e sem história de regressão e verificar que as crianças acometidas por período de regressão autística não indicaram tendência de desfecho clínico mais positivo em relação à produção de fala.
Palavra-chave Autism
Language
Communication
Autism Spectrum Disorders
Language Disorders
Autismo
Linguagem
Comunicação
Distúrbio do Espectro do Autismo
Transtorno de Linguagem
Idioma Inglês
Data de publicação 2014-07-01
Publicado em CoDAS. Sociedade Brasileira de Fonoaudiologia, v. 26, n. 4, p. 265-269, 2014.
ISSN 2317-1782 (Sherpa/Romeo)
Publicador Sociedade Brasileira de Fonoaudiologia
Extensão 265-269
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/2317-1782/201420130021
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S2317-17822014000400265 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/8498

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S2317-17822014000400265.pdf
Tamanho: 152.6KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta