Alternative methods for estimating maximum lactate steady state velocity in physically active young adults

Alternative methods for estimating maximum lactate steady state velocity in physically active young adults

Título alternativo Métodos alternativos para estimar a velocidade da máxima fase estável de lactato em adultos jovens fisicamente ativos
Autor Motoyama, Yuri Lopes Google Scholar
Pereira, Paulo Eduardo de Assis Google Scholar
Esteves, Gilmar de Jesus Google Scholar
Duarte, João Marcos Pereira Google Scholar
Carrara, Vitor Carlos Piubelli Google Scholar
Rissato, Gustavo Mello Google Scholar
Azevedo, Paulo Henrique Silva Marques de Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Faculdade Anhanguera de Bauru
Resumo The aim of this study was to compare the velocities found in the protocols used to measure the indirect individual anaerobic threshold (IATind), glucose threshold (GT) and critical velocity (CV) with the gold standard, the maximum lactate steady state (MLSS) protocol. Fourteen physically active young adults (23±3.1 years; 72±10.97 kg; 176±7 cm; 21±5.36% body fat) performed a 3000-m track running test to determine IATind using the prediction equation and an incremental test on a treadmill to determine GT. The CV was identified by linear regression of the distance-time relationship based on 3000-m and 500-m running performance. The MLSS was identified using two to five tests on different days to identify the intensity at which there was no increase in blood lactate concentration greater than 1 mmol/L between the 10th and 30th minute. A significant difference was observed between mean CV and MLSS (P≤0.05) and there was a high correlation between MLSS and IATind (R2=0.82; P≤0.01) and between MLSS and GT (R2=0.72; P≤0.01). The Bland-Altman method showed agreement between MLSS and IATind [mean difference -0.24 (confidence interval -1.72 to 1.24) km/h] and between MLSS and GT [0.21 (-1.26 to 1.29) km/h]. We conclude that the IATind and GT can predict MLSS velocity with good accuracy, thus making the identification of MLSS practical and efficient to prescribe adequate intensities of aerobic exercise.

O objetivo do presente estudo foi comparar as velocidades encontradas nos protocolos de Limiar Anaeróbio Individual Indireto (LAIind), Limiar Glicêmico (LG) e Velocidade Crítica (VC) com o padrão ouro, o protocolo de identificação da máxima fase estável do lactato (MFEL). Participaram 14 adultos jovens fisicamente ativos (23±3,1 anos; 72±10,97 kg; 1,76±0,07 m; 21±5,36 % gordura corporal) que realizaram um teste de 3000m em pista para determinar o LAIind através de equação de predição; teste incremental em esteira ergométrica para determinação do LG; a VC foi identificada por regressão linear através da relação distância-tempo com base no desempenho em corridas nas distâncias de 3.000m e 500m; a MFEL foi identificada utilizando de dois a cinco testes em dias distintos até encontrar a intensidade onde não houve aumento da concentração de lactato sanguíneo maior que 1 mmol.L-1 entre os minutos 10 e 30. Houve diferença estatística entre os valores médios da VC e a MFEL (P≤0,05), elevada correlação entre MFEL e LAIind (R2=0,82; P≤0.01) e MFEL e LG (R2=0,72; P≤0.01). Através do método Bland-Altman foram encontradas as concordâncias entre MFEL e LAIind [diferença média -0,24 (intervalo de confiança -1,72 a 1,24) km/h] e MFEL e LG [0,21 (-1,26 a 1,29) km/h]. Concluímos que o LAIind e o LG são testes que podem predizer com boa precisão a velocidade da MFEL, tornando sua identificação prática e eficiente para prescrição de intensidades adequadas para o treinamento aeróbio.
Palavra-chave Anaerobic threshold
Blood glucose
Critical power
Exercise
Exercício
Glicemia
Limiar anaeróbio
Potência Crítica
Idioma Inglês
Data de publicação 2014-07-01
Publicado em Revista Brasileira de Cineantropometria & Desempenho Humano. Universidade Federal de Santa Catarina, v. 16, n. 4, p. 419-426, 2014.
ISSN 1980-0037 (Sherpa/Romeo)
Publicador Universidade Federal de Santa Catarina
Extensão 419-426
Fonte http://dx.doi.org/10.5007/1980-0037.2014v16n4p419
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S1980-00372014000400419 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/8480

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S1980-00372014000400419.pdf
Tamanho: 186.1KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta