Voice symptoms and vocal deviation self-assessment in different types of dysphonia

Voice symptoms and vocal deviation self-assessment in different types of dysphonia

Título alternativo Sintomas vocais e autoavaliação do desvio vocal em diferentes tipos de disfonia
Autor Moreti, Felipe Thiago Gomes Autor UNIFESP Google Scholar
Zambon, Fabiana Google Scholar
Behlau, Mara Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Sindicato dos Professores de São Paulo
Resumo PURPOSE:To identify the relationship among the type of dysphonia, vocal deviation self-assessed and the presence of voice symptoms in adults.METHODS:One hundred sixty-four subjects of both genders (58 males and 106 females, mean age 42.89 years) diagnosis of dysphonia, divided into three groups according to the type of dysphonia: 87 individuals with functional dysphonia, 35 individuals with organofunctional dysphonia and 42 individuals with organic dysphonia, answered the Brazilian validated version of Voice Symptom Scale (VoiSS) (Escala de Sintomas Vocais - ESV), that consists of 30 questions with four scores: Impairment, Emotional, Physical and Total, and self-assessed their voices as excellent, very good, good, fair or poor.RESULTS:According to the dysphonia type, there were differences in ESV Impairment, Emotional and Total mean scores, which was not found in the Physical score. The Impairment, Emotional and Total mean scores were higher in organic dysphonia, followed by organofunctional dysphonia and finally functional dysphonia. When the vocal self-assessment is poor, the higher are the deviations in the Impairment, Emotional and Total ESV scores.CONCLUSIONS:Individuals with organic dysphonia reported higher perception of voice symptoms, followed by subjects with organofunctional dysphonia and finally individuals with functional dysphonia. In general, individuals with dysphonia presented physical voice symptoms, regardless of the type of the dysphonia. Finally, there are direct correlations between Impairment, Emotional and Total ESV scores and the vocal self-assessment.

OBJETIVOS:Identificar a relação entre o tipo de disfonia, o grau de desvio vocal autoavaliado e a presença de sintomas vocais em indivíduos adultos.MÉTODOS:Participaram do estudo 164 indivíduos de ambos os gêneros (58 homens e 106 mulheres, média de idade de 42,89 anos) com diagnóstico médico otorrinolaringológico de disfonia, divididos em três grupos, de acordo com o tipo de disfonia. Ao todo 87 indivíduos com disfonia funcional, 35 com disfonia organofuncional e 42 com disfonia orgânica responderam a versão validada para o Brasil da Voice Symptom Scale (VoiSS) (Escala de Sintomas Vocais - ESV), composta por 30 questões, com quatro escores: Limitação, Emocional, Físico e Total, e autoavaliaram suas vozes em excelente, muito boa, boa, razoável ou ruim.RESULTADOS:Houve diferenças na ESV de acordo com o tipo de disfonia para as médias dos resultados nos escores Limitação, Emocional e Total, o que não foi verificado no escore Físico. As médias dos resultados nos escores Limitação, Emocional e Total da ESV foram maiores nas disfonias orgânicas, seguidas pelas organofuncionais e pelas funcionais. Quanto pior a autoavaliação, maior o desvio nos escores Limitação, Emocional e Total da ESV.CONCLUSÕES:Indivíduos com disfonias orgânicas relataram maior percepção de sintomas vocais, seguidos pelos sujeitos com disfonias organofuncionais e com disfonias funcionais. De forma geral, os indivíduos disfônicos apresentaram sintomas vocais físicos independente do tipo da disfonia. Por fim, existem correlações diretas entre os escores Limitação, Emocional e Total da ESV com a autoavaliação vocal.
Palavra-chave Dysphonia
Quality of Life
Voice Disorders
Questionnaires
Self-Assessment
Speech, Language and Hearing Sciences
Disfonia
Qualidade de Vida
Distúrbios da Voz
Questionários
Autoavaliação
Fonoaudiologia
Idioma Inglês
Data de publicação 2014-07-01
Publicado em CoDAS. Sociedade Brasileira de Fonoaudiologia, v. 26, n. 4, p. 331-333, 2014.
ISSN 2317-1782 (Sherpa/Romeo)
Publicador Sociedade Brasileira de Fonoaudiologia
Extensão 331-333
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/2317-1782/201420130036
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S2317-17822014000400331 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/8478

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S2317-17822014000400331.pdf
Tamanho: 113.9KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta