Continuing education on child development for primary healthcare professionals: a prospective before-and-after study

Continuing education on child development for primary healthcare professionals: a prospective before-and-after study

Título alternativo Educação continuada em desenvolvimento infantil para profissionais da atenção primária em saúde: estudo prospectivo do tipo antes-e-depois
Autor Figueiras, Amira Consuêlo Melo Google Scholar
Puccini, Rosana Fiorini Autor UNIFESP Google Scholar
Silva, Edina Mariko Koga da Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal do Pará School of Medicine
Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo CONTEXT AND OBJECTIVE:Children's developmental disorders are often identified late by healthcare professionals working in primary care. The aim of this study was to assess the impact of a continuing education program on child development, on the knowledge and practices of these professionals.DESIGN AND SETTING:Prospective single-cohort study (before-and-after study), conducted in the city of Belém, Pará , Brazil.METHODS:Two hundred and twenty-one professionals working in primary healthcare (82.2%) participated in a continuing education program on child development and were assessed before and after implementation of the program through tests on their knowledge of child development, consisting of 19 questions for physicians and 14 for nurses, and questionnaires on their professional practices.RESULTS:One to three years after the program, the mean number of correct answers in the tests had increased from 11.5 to 14.3 among physicians in the Healthy Family Program (Programa Família Saudável, PFS); 13.0 to 14.3 among physicians in Municipal Health Units (Unidades Municipais de Saúde, UMS); 8.3 to 10.0 among PFS nurses; and 7.8 to 9.4 among UMS nurses. In interviews with mothers attended by these professionals before the program, only 21.7% reported that they were asked about their children's development, 24.7% reported that the professional asked about or observed their children's development and 11.1% received advice on how to stimulate them. After the program, these percentages increased to 34.5%, 54.2% and 30.3%, respectively.CONCLUSIONS:Professionals who participated in the program showed improved performance regarding child development knowledge and practices.

CONTEXTO E OBJETIVO:Alterações do desenvolvimento em crianças frequentemente têm sido tardiamente identificadas por profissionais de saúde que atuam na atenção básica. O objetivo deste estudo foi avaliar o impacto de um programa de educação permanente sobre desenvolvimento infantil nos conhecimentos e práticas desses profissionais.TIPO DE ESTUDO E LOCAL:Estudo de coorte única prospectivo (antes-e-depois), realizado no município de Belém, Pará, Brasil.MÉTODOS:221 (82,2%) profissionais da rede básica de saúde que participaram do programa de educação permanente sobre desenvolvimento infantil foram avaliados antes e após a implantação do programa, através de testes sobre seus conhecimentos em desenvolvimento infantil com 19 questões para médicos e 14 para enfermeiros, e questionários sobre sua prática profissional.RESULTADOS:Um a três anos após o programa, a média de perguntas certas dos testes aumentou de 11,5 para 14,3 entre os médicos do Programa da Família Saudável (PFS); 13,0 para 14,3 entre os médicos de Unidades Municipais de Saúde (UMS); 8,3 para 10,0 entre os enfermeiros de PFS e 7,8 para 9,4 entre os enfermeiros de UMS. Nas entrevistas com mães atendidas por esses profissionais, verificou-se que, antes do programa, apenas 21,7% informaram que foram indagadas sobre o desenvolvimento dos seus filhos, 24,7% relataram que o profissional perguntou ou observou o desenvolvimento da sua criança e 11,1% receberam orientação sobre como estimulá-las; após o programa, esses percentuais aumentaram para 34,5%, 54,2% e 30,3%, respectivamente.CONCLUSÃO:Profissionais que participaram do programa apresentaram melhor desempenho quanto aos conhecimentos e práticas sobre desenvolvimento infantil.
Palavra-chave Child development
Primary health care
Health knowledge, attitudes, practice
Program evaluation
Education, continuing
Desenvolvimento infantil
Atenção primária à saúde
Conhecimentos, atitudes e prática em saúde
Avaliação de programas e projetos de saúde
Educação continuada
Idioma Inglês
Data de publicação 2014-07-01
Publicado em São Paulo Medical Journal. Associação Paulista de Medicina - APM, v. 132, n. 4, p. 211-218, 2014.
ISSN 1516-3180 (Sherpa/Romeo)
Publicador Associação Paulista de Medicina - APM
Extensão 211-218
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/1516-3180.2014.1324665
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S1516-31802014000400211 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/8466

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S1516-31802014000400211.pdf
Tamanho: 258.2KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta