O agir leigo e o cuidado em saúde: a produção de mapas de cuidado

O agir leigo e o cuidado em saúde: a produção de mapas de cuidado

Título alternativo Lay agency and healthcare: producing healthcare maps
Agencia laica y producción de salud: elaboración de mapas de salud
Autor Cecilio, Luiz Carlos de Oliveira Autor UNIFESP Google Scholar
Carapinheiro, Graça Google Scholar
Andreazza, Rosemarie Autor UNIFESP Google Scholar
Souza, Ana Lúcia Medeiros de Google Scholar
Andrade, Maria da Graça Garcia Google Scholar
Santiago, Silvia Maria Google Scholar
Meneses, Consuelo Sampaio Autor UNIFESP Google Scholar
Reis, Denizi Oliveira Google Scholar
Araújo, Eliane Cardoso de Autor UNIFESP Google Scholar
Pinto, Nicanor Rodrigues da Silva Autor UNIFESP Google Scholar
Spedo, Sandra Maria Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Instituto Universitário de Lisboa Instituto Superior de Ciências do Trabalho e da Empresa
Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP)
Resumo This study aimed to characterize which regulatory logics (other than government regulation) result in healthcare output, using a two-stage qualitative study in two municipalities in the ABCD Paulista region in São Paulo State, Brazil. The first stage included interviews with strategic actors (managers and policymakers) and key health professionals. The second phase collected life histories from 18 individuals with high health-services utilization rates. An analysis of the researchers’ involvement in the field allowed a better understanding of the narratives. Four regulatory systems were characterized (governmental, professional, clientelistic, and lay), indicating that regulation is a field in constant dispute, a social production. Users’ action produces healthcare maps that reveal the existence of other possible health system arrangements, calling on us to test shared management of healthcare between health teams and users as a promising path to the urgent need to reinvent health.

El estudio tuvo como objetivo caracterizar otras lógicas de regulación en la producción de salud, además de la gubernamental. Se trata de una investigación cualitativa en dos etapas, realizada en dos distritos del ABCD Paulista, São Paulo, Brasil. En la primera se llevaron a cabo entrevistas con actores estratégicos (políticos) y con los actores-trabajadores-clave. En la segunda se recogieron historias de vida de 18 personas con un alto nivel de uso de servicios. El análisis de la implicación en el estudio campo permitió a los investigadores una mejor comprensión de los relatos. Se encontraran cuatro sistemas regulatorios (gubernamental, profesional, clientelista y laico), lo que indica que la regulación es un terreno en disputa permanente, una producción social. Los usuarios producen mapas de cuidado que apuntan a otras posibles soluciones para los sistemas de salud, una invitación a experimentar la cogestión entre los equipos y usuarios, como una forma prometedora de la urgente necesidad de reinvención de la salud.

O estudo teve como objetivo caracterizar que outras lógicas de regulação, para além da governamental, resultam na produção do cuidado, por meio de pesquisa qualitativa realizada em dois municípios do ABCD Paulista, São Paulo, Brasil, em duas etapas. Na primeira, foram realizadas entrevistas com atores estratégicos (gestores e políticos) e atores-trabalhadores-chave. Na segunda, foram coletadas histórias de vida de 18 pessoas com elevada frequência de utilização de serviços de saúde. A análise de implicação dos pesquisadores com o campo permitiu uma melhor compreensão das narrativas. Foram caracterizados quatro regimes de regulação (governamental, profissional, clientelístico e leigo), indicando que a regulação é campo em permanente disputa, é uma produção social. Com o seu agir, os usuários produzem mapas de cuidado que nos indicam como há outros arranjos possíveis de sistemas de saúde, representando um convite para experimentarmos a cogestão do cuidado entre equipes e usuários, como caminho promissor para a inadiável necessidade de reinvenção da saúde.
Palavra-chave Health Care Coordination and Monitoring
Delivery of Health Care
Qualitative Research
Regulação e Fiscalização em Saúde
Assistência à Saúde
Pesquisa Qualitativa
Idioma Português
Data de publicação 2014-07-01
Publicado em Cadernos de Saúde Pública. Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz, v. 30, n. 7, p. 1502-1514, 2014.
ISSN 0102-311X (Sherpa/Romeo)
Publicador Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz
Extensão 1502-1514
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/0102-311X00055913
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S0102-311X2014000701502 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/8463

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0102-311X2014000701502.pdf
Tamanho: 129.5KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta