Complementary feeding of infants in their first year of life: focus on the main pureed baby foods

Complementary feeding of infants in their first year of life: focus on the main pureed baby foods

Título alternativo Alimentação complementar de lactentes no primeiro ano de vida: ênfase nas papas principais
Autor Souza, Fabíola Isabel Suano de Google Scholar
Caetano, Michelle Cavalcante Autor UNIFESP Google Scholar
Ortiz, Thaís Tobaruela Google Scholar
Silva, Simone Guerra Lopes da Google Scholar
Sarni, Roseli Oselka Saccardo Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
School of Medicine of ABC Department of Pediatrics
Resumo Objective:to evaluate the complementary feeding practices for infants, focusing on the main pureed baby foods, and verify adherence to the guidelines adopted in Brazil. Methods:through cross-sectional study, aspects of complementary feeding of 404 healthy infants between 4 and 9 months of age (São Paulo, Curitiba and Recife) were evaluated. Socio-demographic data, history and food habits were collected. Mothers described three recipes (preparations) usually used in key baby foods. The findings were compared with those recommended by the Brazilian Society of Pediatrics. Results:the average age was 6.9±1.6 months. Among infants, 241/404 (59.6%) were still breastfeeding. Among those who received another type of milk, 193/368 (52.4%) received whole cow's milk, while 151/368 (41.0%) drank infant or follow-on formulas. Regarding baby food recipes salted reported by mothers, it was seen that 30% and 60% contained meat and vegetables, respectively. The percentages less suitable for feeding in general were observed for use of cow's milk and added sugar, chocolate and cereal in feeding bottles; 79% and 80.5% of the families interviewed would adopted such practices. Conclusion:the early termination of exclusive/predominant breastfeeding and the practice of an inadequate transition diet have shown a picture of quantitatively and qualitatively inadequate feeding, with the risk of causing serious nutritional problems in later ages, such as anemia and vitamin A deficiency, or excess of nutrients, leading to obesity, diabetes and dyslipidemias.

Objetivo:avaliar as práticas relacionadas à alimentação complementar de lactentes, com ênfase nas papas principais, e verificar a concordância com as recomendações atualmente adotadas no Brasil. Métodos:por meio de estudo transversal, foram avaliados os aspectos da alimentação complementar de 404 lactentes saudáveis entre 4 e 9 meses de vida (São Paulo, Recife e Curitiba). Coletaram-se dados sociodemográficos de antecedentes e hábitos alimentares. As mães descreveram três receitas (preparações) que costumam utilizar nas papas principais. Os achados foram comparados ao preconizado pela Sociedade Brasileira de Pediatria. Resultados:a média de idade foi de 6,9±1,6 meses. Cerca de 241 lactentes (59,6%) permaneciam em aleitamento materno. Entre os que recebiam outro tipo de leite, 193 dos 368 (52,4%) recebiam leite de vaca integral, e 151 dos 368 (41%), fórmulas infantis ou de seguimento para lactentes. Em relação às receitas de papas salgadas relatadas pelas mães, foi possível observar que 30 e 60% delas continham leguminosas e carnes, respectivamente. Os piores percentuais de adequação na alimentação, em geral, foram observados para uso de leite de vaca e adição de açúcar, achocolatado e cereais em mamadeiras; 79 e 80,5% das famílias entrevistadas adotavam essas práticas. Conclusão:o abandono precoce do aleitamento materno exclusivo/predominante e a prática de uma dieta de transição inadequada têm mostrado um quadro de consumo quantitativa e qualitativamente inapropriado, com riscos de acarretar graves problemas nutricionais nas faixas etárias posteriores, como anemia e hipovitaminose A, ou excessos de nutrientes, como obesidade, diabete e dislipidemias.
Palavra-chave feeding
infant
nutrition for at-risk groups
child nutrition disorders
alimentação
lactente
nutrição de grupos de risco
transtornos da nutrição infantil
Idioma Inglês
Data de publicação 2014-06-01
Publicado em Revista da Associação Médica Brasileira. Associação Médica Brasileira, v. 60, n. 3, p. 231-235, 2014.
ISSN 0104-4230 (Sherpa/Romeo)
Publicador Associação Médica Brasileira
Extensão 231-235
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/1806-9282.60.03.011
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S0104-42302014000300231 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/8443

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0104-42302014000300231.pdf
Tamanho: 309.4KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta