Evaluation of P53, E-cadherin, Cox-2, and EGFR proteinimunnoexpression on prognostic of resected gallbladder carcinoma

Evaluation of P53, E-cadherin, Cox-2, and EGFR proteinimunnoexpression on prognostic of resected gallbladder carcinoma

Título alternativo Avaliação da imuno-expressão das proteínas P53, E-caderina,Cox-2 e EGFR no prognóstico do carcinoma de vesícula biliar ressecado
Autor Pais-costa, Sergio Renato Google Scholar
Farah, José Francisco De Matos Google Scholar
Artigiani Neto, Ricardo Autor UNIFESP Google Scholar
Martins, Sandro José Google Scholar
Goldenberg, Alberto Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Hospital do Servidor Público Estadual de São Paulo Francisco Morato de Oliveira
Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo BACKGROUND: Gallbladder carcinoma presents a dismal prognosis. Choice treatment is surgical resection that is associated a high levels of both morbidity and mortality. Best knowledgement of prognostic factors may result a better selection of patient either for surgical or multimodal treatment. AIM: To evaluate tecidual immunoexpression of P53, E-cadherin, Cox-2, and EGFR proteins and to correlate these findings with resected gallbladder adenocarcinoma survival. METHODS: Clinical, laboratorial, surgical, and anatomopathological reports of a series of gallbladder adenocarcinoma patients were collected by individualized questionary. Total sample was 42 patients. Median of age was 72 years (35-87). There were seven men and 35 women. Lesion distribuition in according TNM state was the following: T1 (n=2), T2 (n=5), T3 (n=31), T4 (n=4). Twenty-three patients underwent radical resection (R0), while 19 palliative surgery (R1-R2). A block of tissue microarray with neoplasic tissue of each patient was confected. It was performed evaluation of P53, E-Caderine, COX-2, and EGFR proteins imunoexpression. These findings were correlated with overall survival. RESULTS: Five-year survival was 28%. The median of global survival was eight months. Only immunoexpression of EGFR protein was considered independent variable at multivariated analysis. CONCLUSION: Final prognosis was influenced by over-expression of EGFR protein in tumoral tissue.

RACIONAL: O carcinoma de vesícula biliar apresenta mau prognóstico. O tratamento de escolha é a ressecção cirúrgica que está associado à alta morbimortalidade. O melhor conhecimento de fatores prognósticos pode resultar em melhor seleção dos doente para o tratamento cirúrgico e multimodal. OBJETIVOS: Avaliar a imunoexpressão tecidual das proteínas P53, E-caderina, Cox-2 e EGFR e correlacionar com a sobrevida do adenocarcinoma de vesícula biliar ressecado. MÉTODO: Os dados clínicos, laboratoriais, cirúrgicos e anatomopatológicos de uma série de doentes operados por adenocarcinoma de vesicula biliar foram coletados. A casuística total foi de 42 doentes. A mediana de idade foi de 72 anos (35-87). Foram sete homens e 35 mulheres. A distribuição da lesão de acordo com TNM foi a seguinte: T1 (n=2), T2 (n=5), T3 (n=31), T4 (n=4). Vinte três doentes realizaram ressecção radical (R0) enquanto 19 operação paliativa (R1-R2). Um bloco de tissue microarray foi confeccionado com tecido neoplásico de cada doente. para avaliação da imunoexpressão das proteínas P53, E-Caderina, COX-2 e EGFR. Esses achados foram correlacionados com prognóstico final dos doentes. RESULTADOS: A sobrevida estimada em cinco anos foi de 28%. A mediana de sobrevida global foi de oito meses. Apenas a imunoexpressão da proteína EGFR foi considerada variável independente no prognóstico dos doentes. CONCLUSÃO: Pior prognóstico teve relação com a imunoexpressão aumentada da proteína EGFR no tecido tumoral.
Palavra-chave Billiary neoplasms
Adenocarcinoma
Tumor biological markers
Antígens CD
Prognosis
Neoplasias biliares
Adenocarcinoma
Marcadores biológicos de tumor
Antígenos CD
Prognóstico
Idioma Inglês
Data de publicação 2014-06-01
Publicado em ABCD. Arquivos Brasileiros de Cirurgia Digestiva (São Paulo). Colégio Brasileiro de Cirurgia Digestiva, v. 27, n. 2, p. 126-132, 2014.
ISSN 0102-6720 (Sherpa/Romeo)
Publicador Colégio Brasileiro de Cirurgia Digestiva
Extensão 126-132
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0102-67202014000200009
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S0102-67202014000200126 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/8427

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0102-67202014000200126.pdf
Tamanho: 708.0KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta