Association between peripheral arterial disease and creactive protein in the japanese-brazilian population

Association between peripheral arterial disease and creactive protein in the japanese-brazilian population

Título alternativo Avaliação da associação entre doença arterial obstrutiva periférica e níveis aumentados de proteína C-reativa em população nipo-brasileira
Autor Garofolo, Luciana Autor UNIFESP Google Scholar
Ferreira, Sandra Roberta Gouvea Autor UNIFESP Google Scholar
Miranda Junior, Fausto Google Scholar
Instituição Unversidade Federal de São Paulo
Universidade de São Paulo (USP)
Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo OBJECTIVE:To evaluate the relationship between peripheral arterial disease and elevated levels of C-reactive protein in the Japanese-Brazilian population of high cardiovascular risk.METHODS:We conducted a cross-sectional study derived from a population-based study on the prevalence of diabetes and associated diseases in the Japanese-Brazilian population. One thousand, three hundred and thirty individuals aged e 30 underwent clinical and laboratory examination, including measurement of ultrasensitive C-reactive protein. The diagnosis of peripheral arterial disease was performed by calculating the ankle-brachial index. We considered with peripheral arterial disease patients who had ankle-brachial index d 0.9. After applying the exclusion criteria, 1,038 subjects completed the study.RESULTS:The mean age of the population was 56.8 years; 46% were male. The prevalence of peripheral arterial disease was 21%, with no difference between genders. Data analysis showed no association between peripheral arterial disease and ultrasensitive C-reactive protein. Patients with ankle-brachial index d 0.70 showed higher values of ultrasensitive C-reactive protein and worse cardiometabolic profile. We found a positive independent association of peripheral arterial disease with hypertension and smoking.CONCLUSION:The association between low levels of ankle-brachial index and elevated levels of ultrasensitive C-reactive protein may suggest a relationship of gravity, aiding in the mapping of high-risk patients.

OBJETIVO:avaliar a relação entre a doença arterial obstrutiva periférica e níveis elevados de proteína C-reativa em população nipo-brasileira de alto risco cardiovascular.MÉTODOS:estudo transversal derivado de estudo de base populacional sobre a prevalência de diabetes e doenças associadas em população nipo-brasileira. Mil trezentos e trinta indivíduos com idade >30 foram submetidos a exame clínico e laboratorial, incluindo a dosagem da proteína C-reativa ultrassensível. O diagnóstico da doença arterial obstrutiva periférica foi realizado através do cálculo do índice tornozelo-braço. Foram considerados portadores de doença arterial obstrutiva periférica os pacientes que apresentaram índice tornozelo-braço <0,9. Após aplicação dos critérios de exclusão, 1038 indivíduos completaram o estudo.RESULTADOS:a média de idade da população foi 56,8 anos, 46% pertencentes ao sexo masculino. A prevalência da doença arterial obstrutiva periférica foi 21%, sem diferença entre os sexos. A análise dos dados não mostrou associação entre doença arterial obstrutiva periférica e proteína C-reativa ultrassensível. Os pacientes com índice tornozelo-braço <0,70 apresentaram valores mais elevados de proteína C-reativa ultrassensível e o pior perfil cardiometabólico. Encontramos associação positiva e independente da doença arterial obstrutiva periférica com hipertensão arterial e tabagismo. .CONCLUSÃO:a associação encontrada entre valores baixos de índice tornozelo-braço e níveis elevados de proteína C-reativa ultrassensível pode sugerir uma relação de gravidade auxiliando mapeamento dos pacientes de maior risco.
Palavra-chave Peripheral arterial disease
C-reactive protein
Atherosclerosis
Homocysteine
Doença arterial periférica
Proteína C-reativa
Aterosclerose
Homocisteina
Idioma Inglês
Data de publicação 2014-06-01
Publicado em Revista do Colégio Brasileiro de Cirurgiões. Colégio Brasileiro de Cirurgiões, v. 41, n. 3, p. 168-175, 2014.
ISSN 0100-6991 (Sherpa/Romeo)
Publicador Colégio Brasileiro de Cirurgiões
Extensão 168-175
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0100-69912014000300006
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S0100-69912014000300168 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/8407

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0100-69912014000300168.pdf
Tamanho: 931.3KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta