Padronização da avaliação da função renal de ratos (Rattus norvegicus) Wistar do biotério da Universidade Federal de Juiz de Fora

Padronização da avaliação da função renal de ratos (Rattus norvegicus) Wistar do biotério da Universidade Federal de Juiz de Fora

Título alternativo Standardization of renal function evaluation in Wistar rats (Rattus norvegicus) from the Federal University of Juiz de Fora's colony
Autor Castro, Bárbara Bruna Abreu de Google Scholar
Colugnati, Fernando Antonio Basile Autor UNIFESP Google Scholar
Cenedeze, Marcos Antonio Autor UNIFESP Google Scholar
Suassuna, Paulo Giovanni de Albuquerque Google Scholar
Pinheiro, Hélady Sanders Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de Juiz de Fora
Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Fundação Oswaldo Ramos Hospital do Rim e Hipertensão
Resumo Introduction:There is great interest in the use of animal models in the study of renal pathophysiology requires standardization of parameters. Objective:Standardize assessment of renal function in rats from in the Center for Reproductive Biology of Federal University of Juiz de Fora's colony. Methods:Thirty Wistar rats were used and performed measurements of creatinine (serum and urine), serum urea and proteinuria. Were evaluated: the urine collection interval in metabolic cages (24 hours or 12 hours), the need for 12-hour fast, the need of urine and serum deproteinization for creatinine measurement, need of serum deproteinization in animals with acute kidney injury to a spectrophotometer and ELISA, and the comparison of 24-hour proteinuria (PT 24 hours) with the protein/creatinine ratio (rP/C). Means were compared by the Student's t test, Pearson correlation, Bland-Altman plot for agreement and linear regression model to estimate PT 24 hours from rP/C. Results:The 24 hours urine output was greater than 12 hours, interfering with the creatinine clearance calculation. In the fasting group showed less water intake and lower urinary creatinine. There was great variability for the deproteinized whey and readings performed in the two devices were similar. There was a strong correlation between PT 24 hours and rP/C and the equation was generated: PT 24 hours = (8.6113 x rP/C) + 1.0869. Conclusion:Was standardized: 24-hour urine collection without fasting. The deproteinization showed no benefit. The measurements were performed with spectrophotometer reliability. It generated a practical formula for estimating PT 24 hours through rP/C.

Introdução:Há grande interesse na utilização de modelos animais na pesquisa da fisiopatologia renal, que requer padronização dos parâmetros analisados. Objetivo:Padronizar avaliação da função renal de ratos da colônia do biotério do Centro de Biologia da Reprodução da Universidade Federal de Juiz de Fora. Métodos:Foram utilizados 30 ratos Wistar e realizadas dosagens de creatinina (sérica e urinária), ureia sérica e proteinúria. Foram avaliados: o intervalo de coleta de urina nas gaiolas metabólicas (24 horas ou 12 horas); a necessidade de jejum de 12 horas; a necessidade de desproteinização das amostras de urina e soro para dosagens de creatinina; necessidade de desproteinização do soro de animais com injúria renal aguda (IRA) para leitura em espectrofotômetro e ELISA, além da comparação da proteinúria de 24 horas (PT 24 horas) com a relação proteína/creatinina (rP/C). Os resultados foram comparados pelos teste t de Student, correlação de Pearson, gráfico de Bland-Altman para concordância e modelo de regressão linear para estimar a PT 24 horas a partir da rP/C. Resultados:A diurese de 24 horas foi maior do que a de 12 horas, interferindo na depuração da creatinina. No grupo em jejum, houve menor ingestão hídrica e menor creatinina urinária. Houve grande variabilidade para o soro desproteinizado e as leituras realizadas nos dois equipamentos foram semelhantes. Houve forte correlação entre PT 24 horas e rP/C e foi gerada a equação: PT 24 horas = (8,6113 x rP/C) + 1,0869. Conclusão:Foi padronizada: coleta de urina em 24 horas sem jejum. A desproteinização não mostrou benefício. As dosagens foram realizadas com confiabilidade em espectrofotômetro. Foi gerada uma fórmula prática para estimar PT 24 horas por meio da rP/C.
Palavra-chave creatinine
kidney function tests
proteinuria
rodentia
specimen handling
creatinina
manejo de espécimes
proteinúria
roedores
testes de função renal
Idioma Português
Data de publicação 2014-06-01
Publicado em Jornal Brasileiro de Nefrologia. Sociedade Brasileira de Nefrologia, v. 36, n. 2, p. 139-149, 2014.
ISSN 0101-2800 (Sherpa/Romeo)
Publicador Sociedade Brasileira de Nefrologia
Extensão 139-149
Fonte http://dx.doi.org/10.5935/0101-2800.20140023
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S0101-28002014000200139 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/8397

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0101-28002014000200139.pdf
Tamanho: 434.3KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta