Fluency in Parkinson's disease: disease duration, cognitive status and age

Fluency in Parkinson's disease: disease duration, cognitive status and age

Título alternativo Fluência na doença de Parkinson: tempo da doença, status cognitivo e idade
Autor Brabo, Natália Casagrande Autor UNIFESP Google Scholar
Minett, Thaís Soares Cianciarullo Autor UNIFESP Google Scholar
Ortiz, Karin Zazo Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo The objective of this study was to determine the frequency of occurrence and to characterize the typology of dysfluencies in individuals with Parkinson’s disease (PD), including the variables age, gender, schooling, disease duration, score on the Hoehn and Yahr scale and cognitive status (score on Mini-Mental State Examination). A cross-sectional study of a sample comprising 60 adults matched for gender, age and schooling was conducted. Group I comprised 30 adults with idiopathic PD, and Group II comprised 30 healthy adults. For assessment of fluency of speech, subjects were asked to utter a narrative based on a sequence of drawings and a transcription of 200 fluent syllables was performed to identify speech dysfluencies. PD patients exhibited a higher overall number of dysfluencies in speech with a large number of atypical dysfluencies. Additionally, results showed an influence of the variables cognitive status, disease duration and age on occurrence of dysfluencies.

O objetivo deste estudo foi avaliar a frequência de ocorrência e caracterizar a tipologia das disfluências em indivíduos com doença de Parkison (DP), controlando-se as variáveis, idade, sexo, escolaridade, tempo de doença, escore na escala de Hoehn e Yahr e status cognitivo (escore no Exame do Minimental). Realizamos um estudo transversal com amostra composta por 60 adultos pareados por sexo, idade e escolaridade. O grupo I foi formado por 30 adultos com DP idiopática, e o grupo II por 30 adultos sadios. Para a avaliação da fluência da fala foi solicitada a emissão de uma narrativa a partir de uma sequência de figuras e realizada a trascrição de 200 sílabas para verificação das disfluências de fala. Os pacientes com DP apresentaram um número maior de disfluências na fala com um grande número de disfluências atípicas e, adicionalmente, observamos que houve interferência das variáveis status cognitivo, tempo de doença e idade na ocorrência das disfluências.
Palavra-chave Parkinson?s disease
cognition
speech
doença de Parkinson
cognição
fala
Idioma Inglês
Data de publicação 2014-05-01
Publicado em Arquivos de Neuro-Psiquiatria. Academia Brasileira de Neurologia - ABNEURO, v. 72, n. 5, p. 349-355, 2014.
ISSN 0004-282X (Sherpa/Romeo)
Publicador Academia Brasileira de Neurologia - ABNEURO
Extensão 349-355
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/0004-282X20140018
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S0004-282X2014000500349 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/8368

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0004-282X2014000500349.pdf
Tamanho: 124.6KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta