Improvement courses about violence prevention: the impact on health sector professionals

Improvement courses about violence prevention: the impact on health sector professionals

Título alternativo Cursos De Formación En Prevención De La Violencia: El Impacto En Profesionales Del Campo De La Salud
Cursos de capacitação em prevenção da violência: o impacto sobre os profissionais do setor da saúde
Autor Pereira, Stephanie Google Scholar
Vianna, Lucila Amaral Carneiro Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo Uncontrolled intervention study that compared the effectiveness of two elective courses on Prevention and Assistance to violence victims for students and professionals of the Health Sector. The participants answered multiple-choice questions on the topic before and after the course. Statistical analyzes were performed by comparison of two proportions on STATA/IC. Regarding the overall index of correct answers,before and after, it was 54.8 and 58.4% in the 10h Course and the 69.6 and 79.2% in the 30h Course. The most effective course was the 30h Course, with strategies of case discussions and visits to assistance services to violence victims. There is a great necessity to include the discipline in the curriculum of healthcare courses permanently.



Estudio de intervención no controlado cuyo objetivo fue comparar la efectividad de dos cursos electivos sobre Prevención y Tratamiento de la Violencia de Personas Vulnerables para estudiantes y profesionales del área de la salud. Los participantes respondieron a preguntas de opción múltiple sobre el tema antes y después del curso. Los análisis estadísticos se realizaron por comparación de dos proporciones en el programa STATA/IC. El índice general de éxito antes y después en los cursos de 10 horas fue de 54,8% y de 58,4% respectivamente y en los cursos de 30 horas fue de 69,6% y 79,2%. Se concluye que el curso más efectivo fue el de 30 horas, con estrategias de discusión de casos y visitas a los servicios de atención a las víctimas. Se constató la necesidad de incluir el curso en los programas del área de la Salud.

Estudo de intervenção não controlado, com o objetivo comparar a efetividade de dois cursos eletivos sobre Prevenção e Tratamento às Pessoas Vulneráveis à Violência para estudantes e profissionais da área da saúde. Os participantes responderam questões de múltipla escolha sobre o tema antes e depois da disciplina. As análises estatísticas foram realizadas por comparação de duas proporções no Programa STATA/IC. Quanto ao índice geral de acertos,antes foi de 54,8% e 58,4% nos cursos de 10h e 30h e depois 69,6% e 79,2% respectivamente. Conclui-se que a maior efetividade foi do Curso 30h, com estratégias de discussão de casos e visitas aos serviços de atendimento às vítimas. Constatou-se a necessidade de inclusão efetiva da disciplina nos cursos da área da saúde.
Palavra-chave Violence
Training
Health personnel
Students, health occupations
Health promotion
Violência
Capacitação
Pessoal de saúde
Estudantes de ciências da saúde
Promoção da saúde
Idioma Inglês
Data de publicação 2014-04-01
Publicado em Revista da Escola de Enfermagem da USP. Universidade de São Paulo, Escola de Enfermagem, v. 48, n. 2, p. 315-320, 2014.
ISSN 0080-6234 (Sherpa/Romeo)
Publicador Universidade de São Paulo, Escola de Enfermagem
Extensão 315-320
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0080-6234201400002000017
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S0080-62342014000200315 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/8343

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0080-62342014000200315.pdf
Tamanho: 534.2KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta