Paracoccidioidomicose em índios brasileiros da tribo Suruí: estudo clínico-laboratorial de 2 casos

Paracoccidioidomicose em índios brasileiros da tribo Suruí: estudo clínico-laboratorial de 2 casos

Título alternativo Paracoccidioidomycosis in Amerindian populations of the Brazilian Suruí tribe: a clinical and laboratory study of two cases
Autor Forjaz, Marly H.h. Autor UNIFESP Google Scholar
Fischman, Olga Google Scholar
Camargo, Zoilo Pires de Autor UNIFESP Google Scholar
Vieira Filho, João Paulo Botelho Autor UNIFESP Google Scholar
Colombo, Arnaldo Lopes Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo Paracoccidioidomycosis has been considered the most frequent endemic systemic mycosis in Latin America. Although most cases of paracoccidioidomycosis involve rural workers, this systemic fungal disease has been scarcely reported among Amerindian populations from Brazil. We report two cases of paracoccidioidomycosis in Tupi-Mondé Amerindians from Cacoal, state of Rondônia, Brazil. Both cases exhibited positive serological results by a specific immunodiffusion test only when the assay was performed with antigens obtained from the mycelial form of P. brasiliensis. The authors present a literature review of paracoccidioidomycosis in Brazilian Amerindians and discuss the need for further investigations about the impact of the antigenic diversity of P. brasiliensis from different geographic areas on the serological diagnosis of PCM.

Paracoccidioidomicose é considerada a micose sistêmica endêmica mais prevalente na América Latina. Apesar da maior parte da casuística de paracoccidioidomicose ocorrer entre trabalhadores rurais, há poucos casos documentados de ocorrência dessa micose entre índios brasileiros. São apresentados 2 casos de paracoccidioidomicose em índios Suruí, família linguística Tupi-Mondé, procedentes de Cacoal, Rondônia. Ambos apresentaram sorologia positiva à imunodifusão apenas com antígenos da fase miceliana do P. brasiliensis. Os autores apresentam revisão de literatura sobre a ocorrência dessa micose entre índios brasileiros e discutem a necessidade de futuras investigações buscando caracterizar as diferenças regionais de cepas de P. brasiliensis e seu impacto no diagnóstico sorológico dessa micose.
Palavra-chave Paracoccidioidomycosis
Suruí
P. brasiliensis
Paracoccidioidomicose
Surui
P. brasiliensis
Idioma Português
Data de publicação 1999-10-01
Publicado em Revista da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical. Sociedade Brasileira de Medicina Tropical - SBMT, v. 32, n. 5, p. 571-575, 1999.
ISSN 0037-8682 (Sherpa/Romeo)
Publicador Sociedade Brasileira de Medicina Tropical - SBMT
Extensão 571-575
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0037-86821999000500015
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S0037-86821999000500015 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/834

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0037-86821999000500015.pdf
Tamanho: 215.4KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta