Relação entre dados coletados na anamnese e distúrbio do processamento auditivo

Relação entre dados coletados na anamnese e distúrbio do processamento auditivo

Título alternativo Relationship between data collected during the interview and auditory processing disorder
Autor Fridlin, Sheila Lindenbojm Google Scholar
Pereira, Liliane Desgualdo Autor UNIFESP Google Scholar
Perez, Ana Paula Google Scholar
Instituição CFFa
Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Universidade Federal Fluminense
Resumo Purpose the aim of this study was to attempt to correlate data from auditory processing with the data collected during the interview of children and teenagers. Method we analyzed the information from medical records of 51 patients of both genders, ages 5 to 20 years, assisted at the auditory processing evaluation service, UNIFESP. The features observed in the interview were: learning difficulties, presence of depression / motivation, use of medication, need for psychological treatment or pedagogical, and problems with attention and memory. Results we found 86% of cases with learning difficulties, 43% were receiving psychological treatment or pedagogical, 37% had problems with attention and memory, and 33% were using medication. None of these symptoms, however, could be associated with changes in temporal processing (ordinance and resolution) and recognition of non-verbal sounds in dichotic task (selective attention). Conclusion it is necessary to produce new studies to discuss the emotional and social issues received during the interview that possibly are related to auditory processing disorders and learning difficulties.

Objetivo o objetivo deste trabalho foi tentar relacionar dados da avaliação do processamento auditivo com os dados coletados na anamnese de crianças, adolescentes e jovens. Método foram analisadas as informações dos prontuários de 51 pacientes, de ambos os sexos, com idade de 5 a 20 anos, atendidos no Serviço de Avaliação do Processamento Auditivo, da UNIESP. Os aspectos observados na anamnese foram: dificuldades escolares, presença de depressão/desmotivação, uso de medicamentos, necessidade de acompanhamento psicológico ou psicopedagógico, e problemas de atenção e memória. Resultados foram encontrados 86% dos casos com dificuldades escolares, 43% faziam acompanhamento psicológico ou psicopedagógico, 37% apresentavam problemas de atenção e memória, e 33% faziam uso de medicamentos. Nenhum desses sintomas, porém, puderam ser associados com alterações no processamento temporal (ordenação e resolução) e reconhecimento de sons não verbais sobrepostos em escuta dicótica (atenção seletiva). Conclusão é necessária a produção de novos estudos que possam discutir as questões emocionais e sociais recebidas na anamnese que, eventualmente, estão relacionadas aos distúrbios do processamento auditivo e queixas de dificuldades escolares.
Palavra-chave Auditory Perception
Learning Disorders
Medical History Taking
Percepção Auditiva
Transtornos de Aprendizagem
Anamnese
Idioma Português
Data de publicação 2014-04-01
Publicado em Revista CEFAC. CEFAC Saúde e Educação, v. 16, n. 2, p. 405-412, 2014.
ISSN 1516-1846 (Sherpa/Romeo)
Publicador CEFAC Saúde e Educação
Extensão 405-412
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/1982-0216201416312
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S1516-18462014000200405 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/8318

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S1516-18462014000200405.pdf
Tamanho: 243.2KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta