Expressao genica associada ao estresse oxidativo no coracao de camundongo apos isquemia intestinal

Expressao genica associada ao estresse oxidativo no coracao de camundongo apos isquemia intestinal

Título alternativo Gene expression related to oxidative stress in the heart of mice after intestinal ischemia
Autor Somaio Neto, Frederico Google Scholar
Ikejiri, Adauto Tsutomu Google Scholar
Bertoletto, Paulo Roberto Google Scholar
Chaves, Jose Carlos Bertoletto Google Scholar
Teruya, Roberto Google Scholar
Fagundes, Djalma José Autor UNIFESP Google Scholar
Taha, Murched Omar Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Universidade Federal da Grande Dourados
Universidade Federal do Mato Grosso do Sul
Resumo BACKGROUND:Intestinal ischemia-reperfusion is a frequent clinical event associated to injury in distant organs, especially the heart.OBJECTIVE:To investigate the gene expression of oxidative stress and antioxidant defense in the heart of inbred mice subjected to intestinal ischemia and reperfusion (IR).METHODS:Twelve mice (C57BL / 6) were assigned to: IR Group (GIR) with 60 minutes of superior mesenteric artery occlusion followed by 60 minutes of reperfusion; Control Group (CG) which underwent anesthesia and laparotomy without IR procedure and was observed for 120 minutes. Intestine and heart samples were processed using the RT-qPCR / Reverse transcriptase-quantitative Polymerase Chain Reaction method for the gene expression of 84 genes related to oxidative stress and oxidative defense (Student's t test, p < 0.05).RESULTS:The intestinal tissue (GIR) was noted to have an up-regulation of 65 genes (74.71%) in comparison to normal tissue (CG), and 37 genes (44.04%) were hyper-expressed (greater than three times the threshold allowed by the algorithm). Regarding the remote effects of intestinal I/R in cardiac tissue an up-regulation of 28 genes (33.33%) was seen, but only eight genes (9.52%) were hyper-expressed three times above threshold. Four (7.14%) of these eight genes were expressed in both intestinal and cardiac tissues. Cardiomyocytes with smaller and pyknotic nuclei, rich in heterochromatin with rare nucleoli, indicating cardiac distress, were observed in the GIR.CONCLUSION:Intestinal I/R caused a statistically significant over expression of 8 genes associated with oxidative stress in remote myocardial tissue.

FUNDAMENTO: O fenômeno da isquemia e reperfusão intestinal é um evento frequente na clínica e está associado a repercussões deletérias em órgãos a distância, em especial ao coração.OBJETIVO:Investigar a expressão gênica do estresse oxidativo e defesa antioxidante no coração de camundongos isogênicos, submetidos a isquemia e reperfusão intestinal (IR).MÉTODOS: Doze camundongos (C57BL/6) foram distribuídos em dois grupos: Grupo IR (GIR) com 60 min de oclusão da artéria mesentérica superior, seguidos de 60 min de reperfusão. Grupo Controle (GC) submetidos a anestesia e a laparotomia sem o procedimento de IR observados por 120 min. As amostras de intestino e coração foram processadas pelo método (RT-qPCR / Reverse transcriptase - quantitative Polymerase Chain Reaction) para determinar a expressão gênica de 84 genes relacionados ao estresse oxidativo (t de Student, p < 0,05).RESULTADOS: Observou-se no tecido intestinal (GIR) uma expressão significantemente aumentada em 65 (74,71%) genes em relação ao tecido normal (GC), e 37 (44,04%) genes estiveram hiperexpressos (maior que três vezes o limiar permitido pelo algoritmo). No tocante aos efeitos da I/R intestinal a distância no tecido cardíaco verificou-se a expressão significantemente aumentada de 28 genes (33,33%), mas somente oito genes (9,52%) se hiperexpressaram três vezes acima do limiar. Quatro (7,14%) desses oito genes se expressaram simultaneamente nos tecidos intestinal e cardíaco. No GIR notaram-se cardiomiócitos com núcleos de menor tamanho, picnóticos, ricos em heterocromatina e raros nucléolos, indicando sofrimento cardíaco.CONCLUSÃO: A I/R intestinal promoveu a hiperexpressão estatisticamente significante de oito genes associados ao estresse oxidativo a distância no tecido miocárdico.
Palavra-chave Gene Expression
Mice
Oxidative Stress
Intestines / pathology
Expressao Genica
Camundongos
Extresse Oxidativo
Intestinos / patologia
Idioma Português
Data de publicação 2014-03-01
Publicado em Arquivos Brasileiros de Cardiologia. Sociedade Brasileira de Cardiologia - SBC, v. 102, n. 2, p. 165-174, 2014.
ISSN 0066-782X (Sherpa/Romeo, fator de impacto)
Publicador Sociedade Brasileira de Cardiologia - SBC
Extensão 165-174
Fonte http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0066-782X2014000200028&script=sci_arttext
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
Web of Science WOS:000334096200011
SciELO S0066-782X2014000200028 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/8293

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0066-782X2014000200028-en.pdf
Tamanho: 712.5KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo
Nome: S0066-782X2014000200028-pt.pdf
Tamanho: 732.5KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta