Electrochemical study of simple coumarin and its determination in aqueous infusion of Mikania glomerata

Electrochemical study of simple coumarin and its determination in aqueous infusion of Mikania glomerata

Autor Miyano, Daniela Miwa Autor UNIFESP Google Scholar
Lima, Thays Autor UNIFESP Google Scholar
Simões, Fabio Ruiz Autor UNIFESP Google Scholar
La-Scalea, Mauro Aquiles Autor UNIFESP Google Scholar
Oliveira, Hueder P. M. Google Scholar
Codognoto, Lucia Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Universidade Federal do ABC Centro de Ciências Naturais e Humanas
Resumo The present study aims the development and application of an electrochemical method for simple coumarin determination in aqueous media by using a boron-doped diamond electrode (BDDE). The studies were carried out at pH 8.0 by cyclic voltammetry (CV) and registered an irreversible reduction process controlled by diffusion with the peak potential recorded around -1.6 V. The square wave voltammetry analysis (SWV) showed the reversible behavior of the electrochemical reduction of coumarin at the same pH. Additionally, the reversibility of the process was improved by increasing the solution pH. The chronoamperometry study showed that the coumarin reduction process involves two electrons. From the optimized SWV parameters, the analytical curve was constructed in a linear range between 0.5 × 10-5 and 10.0 × 10-5 mol L-1. The limits of detection and quantification were 1.5 × 10-6 mol L-1 and 4.5 × 10-6 mol L-1, respectively. The coumarin was determined in an aqueous infusion of Mikania glomerata, showing recovery values between 92 and 104%.

O presente estudo teve por objetivos o desenvolvimento e a aplicação de um método eletroquímico para a determinação da cumarina simples em meio aquoso utilizando o eletrodo de diamante dopado com boro (BDDE). Os estudos foram realizados em pH 8,0 utilizando a voltametria cíclica (CV) e observou-se um processo de redução irreversível controlado por difusão com um pico de redução em torno de -1,6 V. Entretanto, foi possível observar por voltametria de onda quadrada (SWV) que no mesmo pH a redução da cumarina possui um caráter reversível. Além disso, esta reversibilidade se tornou mais evidente com o aumento do pH da solução. Um estudo cronoamperométrico mostrou que o processo de redução da cumarina envolve dois elétrons. A partir dos parâmetros otimizados da SWV uma curva analítica foi construída no intervalo linear de 0,5 × 10-5 a 10,0 × 10-5 mol L-1. Os limites de detecção e de quantificação foram 1,5 × 10-6 mol L-1 e 4,5 × 10-6 mol L-1, respectivamente. A cumarina foi determinada em amostras de Mikania glomerata (infusão aquosa) com valores de recuperação entre 92 e 104%.
Palavra-chave coumarin
Mikania glomerata
boron-doped diamond electrode
Idioma Inglês
Financiador Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq)
Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP)
Número do financiamento 2008/50588-6
Data de publicação 2014-03-01
Publicado em Journal of the Brazilian Chemical Society. Sociedade Brasileira de Química, v. 25, n. 3, p. 602-609, 2014.
ISSN 0103-5053 (Sherpa/Romeo, fator de impacto)
1678-4790 (Sherpa/Romeo, fator de impacto)
Publicador Sociedade Brasileira de Química
Extensão 602-609
Fonte http://dx.doi.org/10.5935/0103-5053.20140046
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
Web of Science WOS:000333329300025
SciELO S0103-50532014000300025 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/8279

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0103-50532014000300025.pdf
Tamanho: 376.9KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta