An overview on the treatment of postmenopausal osteoporosis

An overview on the treatment of postmenopausal osteoporosis

Título alternativo Uma visão geral sobre o tratamento da osteoporose pós-menopausa
Autor Maeda, Sergio Setsuo Autor UNIFESP Google Scholar
Lazaretti-Castro, Marise Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo Departamento de Ciências Fisiológicas
Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo Osteoporosis is a worldwide health problem related to the aging of the population, and it is often underdiagnosed and undertreated. It is related to substantial morbidity, mortality and impairment of the quality of life. Estrogen deficiency is the major contributing factor to bone loss after menopause. The lifetime fracture risk at 50 years of age is about 50% in women. The aim of the treatment of osteoporosis is to prevent fractures. Non-pharmacological treatment involves a healthy diet, prevention of falls, and physical exercise programs. Pharmacological treatment includes calcium, vitamin D, and active medication for bone tissue such, as anti-resorptives (i.e., SERMs, hormonal replacement therapy, bisphosphonates, denosumab), bone formers (teriparatide), and mixed agents (strontium ranelate). Bisphosphonates (alendronate, risedronate, ibandronate, and zoledronate) are the most used anti-resorptive agents for the treatment of osteoporosis. Poor compliance, drug intolerance, and adverse effects can limit the benefits of the treatment. Based on the knowledge on bone cells signaling, novel drugs were developed and are being assessed in clinical trials.

A osteoporose é um problema de saúde mundial relacionada com o envelhecimento da população e muitas vezes é subdiagnosticada e subtratada. Relaciona-se à significativa morbidade, mortalidade e redução da qualidade de vida. A deficiência de estrogênio é o principal fator que contribui para a perda óssea após a menopausa. O risco de fratura a partir dos 50 anos de idade é de cerca de 50% em mulheres. O objetivo do tratamento da osteoporose é a prevenção de fraturas. O tratamento não farmacológico envolve uma dieta saudável, prevenção de quedas e de programas de exercícios físicos. O tratamento farmacológico inclui cálcio, vitamina D e medicação ativa em tecido ósseo, tais como antirreabsortivos (SERMs, terapia de substituição hormonal, bifosfonatos, denosumabe), formadores de osso (PTH e análogos) e agentes mistos (ranelato de estrôncio). Os bisfosfonatos (alendronato, risedronato, ibandronato e zoledronato) são os mais utilizados agentes antirreabsortivos para o tratamento da osteoporose. A baixa aderência, a intolerância medicamentosa e os efeitos adversos podem limitar os benefícios do tratamento. Com base no conhecimento da sinalização entre as células ósseas, novos medicamentos foram desenvolvidos e estão sendo avaliados em ensaios clínicos.
Assunto Osteoporosis
treatment, post-menopause
anti-reabsorptives
Osteoporose
tratamento
pós-menopausa
antirreabsortivos
Idioma Inglês
Data 2014-03-01
Publicado em Arquivos Brasileiros de Endocrinologia & Metabologia. Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia, v. 58, n. 2, p. 162-171, 2014.
ISSN 0004-2730 (Sherpa/Romeo)
Editor Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia
Extensão 162-171
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/0004-2730000003039
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S0004-27302014000200162 (estatísticas na SciELO)
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/8274

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Nome: S0004-27302014000200162.pdf
Tamanho: 161.7Kb
Formato: PDF
Descrição:
Visualizar/Abrir

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)