Comparison between the Comfort and Hartwig sedation scales in pediatric patients undergoing mechanical lung ventilation

Comparison between the Comfort and Hartwig sedation scales in pediatric patients undergoing mechanical lung ventilation

Autor Carvalho, Werther Brunow de Autor UNIFESP Google Scholar
Silva, Paulo Sérgio Lucas da Google Scholar
Chiu, Seing Tsok Paulo Google Scholar
Fonseca, Marcelo Cunio Machado Autor UNIFESP Google Scholar
Belli, Luiz Antônio Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Hospital do Servidor Público Municipal de São Paulo
Resumo CONTEXT: A high number of hospitalized children do not receive adequate sedation due to inadequate evaluation and use of such agents. With the increase in knowledge of sedation and analgesia in recent years, concern has also risen, such that it is now not acceptable that incorrect evaluations of the state of children's pain and anxiety are made. OBJECTIVE: A comparison between the Comfort and Hartwig sedation scales in pediatric patients undergoing mechanical lung ventilation.DESIGN: Prospective cohort study. SETTING: A pediatric intensive care unit with three beds at an urban teaching hospital. PATIENTS: Thirty simultaneous and independent observations were conducted by specialists on 18 patients studied. DIAGNOSTIC TEST: Comfort and Hartwig scales were applied, after 3 minutes of observation. MAIN MEASUREMENTS: Agreement rate (kappa). RESULTS: On the Comfort scale, the averages for adequately sedated, insufficiently sedated, and over-sedated were 20.28 (SD 2.78), 27.5 (SD 0.70), and 15.1 (SD 1.10), respectively, whereas on the Hartwig scale, the averages for adequately sedated, insufficiently sedated, and over-sedated were 16.35 (SD 0.77), 20.85 (SD 1.57), and 13.0 (SD 0.89), respectively. The observed agreement rate was 63% (p = 0.006) and the expected agreement rate was 44% with a Kappa coefficient of 0.345238 (z = 2.49). CONCLUSIONS: In our study there was no statistically significant difference whether the more complex Comfort scale was applied (8 physiological and behavioral parameters) or the less complex Hartwig scale (5 behavioral parameters) was applied to assess the sedation of mechanically ventilated pediatric patients.

CONTEXTO: É elevado o número de crianças hospitalizadas que não recebem uma sedação adequada, devido a avaliação e ao uso inadequado desses agentes. Nos últimos anos aumentou a preocupação e os conhecimentos a respeito da sedação e analgesia, de tal modo que é inaceitável hoje em dia termos uma criança sem correta avaliação de seu estado de dor e ansiedade. OBJETIVO: Comparar o uso de duas escalas de sedação (COMFORT e HARTWIG) em pacientes pediátricos em ventilação pulmonar mecânica. TIPO DE ESTUDO: Estudo prospectivo. LOCAL: Unidade de cuidados intensivos pediátricos de hospital terciário. PARTICIPANTES: Realizadas 30 observações, simultâneas e independentes, em 18 pacientes, por médicos especializados. TESTE DIAGNÓSTICO: Após observação de três minutos, aplicou-se critérios objetivos (escalas de COMFORT e HARTWIG) para avaliar a sedação. VARIÁVEL ESTUDADA: Taxa de concordância (Coeficiente Kappa) onde p < 0,01 foi considerado significante. RESULTADOS: Escala COMFORT (média e desvio padrão) para adequadamente sedado, inadequadamente sedado e muito sedado foi 20,28 ± 2,78, 27,5 ± 0,70 e 15,1 ± 1,10 respectivamente. Para a escala de HARTWIG: 16,35 ± 0,77, 20,85 ± 1,57 e 13,0 ± 0,89. Taxa de concordância observada 63% (p = 0,006), esperada de 44% com o coeficiente kappa = 0,345238 (z = 2,49). CONCLUSÕES: Em nosso estudo, não houve diferença significativa na aplicabilidade entre as escalas de COMFORT e HARTWIG em assegurar o nível de sedação em crianças submetidas a ventilação pulmonar mecânica.
Palavra-chave Sedation scale
Comfort. Hartwig
Mechanical Lung Ventilation
Pediatric Intensive Care
Escala de sedação
Confort
Hartwig
Ventilação pulmonar mecânica
Cuidados intensivos pediátricos
Idioma Inglês
Data de publicação 1999-09-02
Publicado em São Paulo Medical Journal. Associação Paulista de Medicina - APM, v. 117, n. 5, p. 192-196, 1999.
ISSN 1516-3180 (Sherpa/Romeo)
Publicador Associação Paulista de Medicina - APM
Extensão 192-196
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S1516-31801999000500003
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S1516-31801999000500003 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/825

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S1516-31801999000500003.pdf
Tamanho: 92.35KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta