Avaliação de atividade fungitóxica e isolamento de aloaromadendrano - 4α, 10 β - diol em Hypericum cordatum

Avaliação de atividade fungitóxica e isolamento de aloaromadendrano - 4α, 10 β - diol em Hypericum cordatum

Título alternativo Evaluation of the fungitoxic activity and isolation of alloaromadendrene - 4α, 10 β - diol in Hypericum cordatum
Autor Scalco, Nayara Autor UNIFESP Google Scholar
Ladeira, Angela Maria Google Scholar
Lago, Joao Henrique Ghilardi Autor UNIFESP Google Scholar
Young, Maria Claudia Marx Google Scholar
Carvalho, L.r. Google Scholar
Instituição Instituto de Botânica Núcleo de Pesquisa em Fisiologia e Bioquímica
Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo The Hypericum cordatum is a species of the Brazilian Cerrado that was selected in a screening of plants with fungitoxic activities. The aim of this work was to isolate and identify the compounds with antifungal activity in leaf extracts in dichloromethane. For this end, the powder made from the leaves of the plants was submitted to exhaustive extraction with petroleum ether and dichloromethane. The extract in dichloromethane and the active fractions were submitted to bioassay-guided fractionation in Sephadex LH - 20 column, respectively, with the following eluents chloroform:methanol (1:1) and a gradient of hexane:dichlorometane (1:4); dichloromethane:acetone (3:3 and 1:4), methanol and water. Afterward, the fractions that showed some activity were submitted to preparative thin layer chromatography of silica gel GF254 and the material with the greatest mass was submitted to semi-preparative HPLC. The active fraction obtained was analyzed by ¹H NMR, and the main component identified was alloaromadendrene-4α-10β - diol. We may then conclude that this is one of the compounds responsible for the fungitoxic activity of Hypericum cordatum.

Hypericum cordatum é uma espécie do cerrado que foi selecionada em triagem de plantas com atividade fungitóxica. O objetivo do presente trabalho foi isolar e identificar compostos com atividade antifúngica em extratos de folhas em diclorometano. O pó das folhas das plantas foi submetido à extração exaustiva com éter de petróleo e diclorometano. O extrato em diclorometano, e as frações ativas, foram submetidos à fracionamentos biomonitorados em coluna de Sephadex LH-20, respectivamente, com os eluentes clorofórmio:metanol (1:1) e com um gradiente de hexano:diclorometano (1:4); diclorometano:acetona (3:2 e 1:4), metanol, e água. As frações que mostraram atividade foram submetidas à cromatografia em camada delgada preparativa de sílica gel GF254, sendo que o material de maior massa foi analisado em CLAE semipreparativa. A fração ativa foi analisada por RMN de ¹H, tendo sido identificado o aloaromadendrano - 4α -10β - diol como componente principal da fração. Conclui-se, portanto, que este é um dos compostos responsáveis pela atividade fungitóxica de Hypericum cordatum.
Palavra-chave Clusiaceae
Hypericum cordatum
fungitoxic activity
alloaromadendrene -4α
10β - diol
phytochemistry
Clusiaceae
Hypericum cordatum
atividade fungitóxica
fitoquímica
aloaromadendrano -4α
10 β - diol
Idioma Português
Financiador Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP)
Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq)
Data de publicação 2014-01-01
Publicado em Revista Brasileira de Plantas Medicinais. Sociedade Brasileira de Plantas Medicinais, v. 16, n. 3, p. 744-749, 2014.
ISSN 1516-0572 (Sherpa/Romeo)
Publicador Sociedade Brasileira de Plantas Medicinais
Extensão 744-749
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/1983-084x/10_100
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S1516-05722014000700015 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/8199

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S1516-05722014000700015.pdf
Tamanho: 311.8KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta