Perfil do uso de drogas modificadoras de doença no Registro Brasileiro de Espondiloartrites

Perfil do uso de drogas modificadoras de doença no Registro Brasileiro de Espondiloartrites

Título alternativo Profile of the use of disease modifying drugs in the Brazilian Registry of Spondyloarthritides
Autor Kohem, Charles Lubianca Google Scholar
Bortoluzzo, Adriana Bruscato Google Scholar
Gonçalves, Célio Roberto Google Scholar
Silva, José Antonio Braga da Google Scholar
Ximenes, Antônio Carlos Google Scholar
Bertolo, Manoel Barros Google Scholar
Ribeiro, Sandra Lúcia Euzébio Autor UNIFESP Google Scholar
Keiserman, Mauro Waldemar Google Scholar
Menin, Rita Google Scholar
Skare, Thelma Larocca Google Scholar
Carneiro, Sueli Coelho da Silva Google Scholar
Azevedo, Valderílio Feijó Google Scholar
Vieira, Walber Pinto Google Scholar
Albuquerque, Elisa Martins das Neves de Google Scholar
Bianchi, Washington Alves Google Scholar
Bonfiglioli, Rubens Google Scholar
Campanholo, Cristiano Google Scholar
Carvalho, Hellen Mary da Silveira de Google Scholar
Costa, Izaias Pereira da Google Scholar
Duarte, Angela Luzia Branco Pinto Autor UNIFESP Google Scholar
Leite, Nocy Honorato Google Scholar
Lima, Sonia Anti Loduca Google Scholar
Meirelles, Eduardo de Souza Google Scholar
Pereira, Ivânio Alves Google Scholar
Pinheiro, Marcelo de Medeiros Autor UNIFESP Google Scholar
Polito, Elizandra Google Scholar
Resende, Gustavo Gomes Google Scholar
Rocha, Francisco Airton Castro da Google Scholar
Santiago, Mittermayer Barreto Google Scholar
Sauma, Maria de Fátima Lobato da Cunha Google Scholar
Valim, Valeria Autor UNIFESP Google Scholar
Sampaio-Barros, Percival Degrava Google Scholar
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Instituto Insper de Educação e Pesquisa
Universidade de São Paulo (USP)
Universidade de Brasília
Hospital Geral de Goiânia
Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP)
Universidade Federal do Amazonas
Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto
Hospital Evangélico de Curitiba
Universidade Federal do Rio de Janeiro
Universidade Federal do Paraná
Hospital Geral de Fortaleza
Universidade Estadual do Rio de Janeiro
Santa Casa do Rio de Janeiro
Pontifícia Universidade Católica de Campinas
Santa Casa de São Paulo
Hospital de Base
Universidade Federal do Mato Grosso do Sul
Universidade Federal de Pernambuco
Faculdade de Medicina Souza Marques
Hospital do Servidor Público Estadual
Universidade Federal de Santa Catarina
Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Santa Casa de Belo Horizonte
Universidade Federal de Minas Gerais
Universidade Federal do Ceará
Escola de Medicina e Saúde Pública
Universidade Federal do Pará
Universidade Federal do Espírito Santo
Resumo Introduction:Few studies have evaluated the profile of use of disease modifying drugs (DMD) in Brazilian patients with spondyloarthritis (SpA).Methods:A common research protocol was applied prospectively in 1505 patients classified as SpA by criteria of the European Spondyloarthropathies Study Group (ESSG), followed at 29 referral centers in Rheumatology in Brazil. Demographic and clinical variables were obtained and evaluated, by analyzing their correlation with the use of DMDs methotrexate (MTX) and sulfasalazine (SSZ).Results:At least one DMD was used by 73.6 % of patients: MTX by 29.2 % and SSZ by 21.7%, while 22.7 % used both drugs. The use of MTX was significantly associated with peripheral involvement, and SSZ was associated with axial involvement, and the two drugs were more administered, separately or in combination, in the mixed involvement (p < 0.001). The use of a DMD was significantly associated with Caucasian ethnicity (MTX , p = 0.014), inflammatory back pain (SSZ, p = 0.002) , buttock pain (SSZ, p = 0.030), neck pain (MTX, p = 0.042), arthritis of the lower limbs (MTX, p < 0.001), arthritis of the upper limbs (MTX, p < 0.001), enthesitis (p = 0.007), dactylitis (MTX, p < 0.001), inflammatory bowel disease (SSZ, p < 0.001) and nail involvement (MTX, p < 0.001).Conclusion:The use of at least one DMD was reported by more than 70% of patients in a large cohort of Brazilian patients with SpA, with MTX use more associated with peripheral involvement and the use of SSZ more associated with axial involvement.

Introdução:Poucos estudos avaliaram o perfil do uso de drogas modificadoras de doença (DMD) em pacientes brasileiros com diagnóstico de espondiloartrite (EpA).Métodos:Um protocolo comum de investigação foi prospectivamente aplicado em 1505 pacientes classificados como EpA pelos critérios do Grupo Europeu de Estudo das Espondiloartrites (ESSG), acompanhados em 29 centros de referência em Reumatologia no Brasil. Variáveis clínicas e demográficas foram obtidas e avaliadas, analisando-se suas correlações com o uso das DMD metotrexato (MTX) e sulfasalazina (SSZ).Resultados:Pelo menos uma DMD foi utilizada por 73,6% dos pacientes, sendo MTX por 29,2% e SSZ por 21,7%, enquanto 22,7% utilizaram ambas as drogas. O uso do MTX foi significativamente associado ao acometimento periférico, e a SSZ foi associada ao comprometimento axial, sendo que as duas drogas foram mais utilizadas, isoladas ou combinadas, no comprometimento misto (p < 0,001). O uso de uma DMD esteve significativamente associado à etnia branca (MTX; p = 0,014), lombalgia inflamatória (SSZ; p = 0,002), dor em nádegas (SSZ; p = 0,030), cervicalgia (MTX; p = 0,042), artrite de membros inferiores (MTX; p < 0,001), artrite de membros superiores (MTX; p < 0,001), entesite (p = 0,007), dactilite (MTX; p < 0,001), doença inflamatória intestinal (SSZ; p < 0,001) e acometimento ungueal (MTX; p < 0,001).Conclusão:O uso de pelo menos uma DMD foi referido por mais de 70% dos pacientes numa grande coorte brasileira de pacientes com EpA, sendo o uso do MTX mais associado ao acometimento periférico e o uso da SSZ mais associado ao acometimento axial.
Palavra-chave Sspondyloarthritides
Treatment
Disease modifying drugs
Methotrexate
Sulfasalazine
Espondiloartrites
Tratamento
Drogas modificadoras de doença
Metotrexato
Sulfasalazina
Idioma Português
Data de publicação 2014-01-01
Publicado em Revista Brasileira de Reumatologia. Sociedade Brasileira de Reumatologia, v. 54, n. 1, p. 33-37, 2014.
ISSN 0482-5004 (Sherpa/Romeo)
Publicador Sociedade Brasileira de Reumatologia
Extensão 33-37
Fonte http://dx.doi.org/10.1016/j.rbr.2013.06.003
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S0482-50042014000100033 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/8160

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0482-50042014000100033.pdf
Tamanho: 304.8KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta