Effects of ethanol on offspring of C57BL/6J mice alcoholized during gestation

Effects of ethanol on offspring of C57BL/6J mice alcoholized during gestation

Título alternativo Efeitos do etanol na prole de camundongas C57BL/6J alcoolizadas na prenhez
Autor Grinfeld, Hermann Google Scholar
Goldenberg, Saul Autor UNIFESP Google Scholar
Segre, Conceição Aparecida De Mattos Google Scholar
Chadi, Gerson Google Scholar
Instituição University of São Paulo
Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Albert Einstein Hospital
Resumo The effects of chronic alcohol consumption during pregnancy were analysed in the gestation and offspring of alcoholized mice. Female C57BL/6J mice were placed overnight with stud males and the presence of a sperm plug in the next morning indicated the onset of gestation. Pregnant mice were distributed in two weight-matched groups. In the alcoholized group, the mice received a high protein liquid diet ad libitum containing 27.5% of ethanol-derived calories (5.28% v/v) from gestation day 5 to 19. The control group received the same volume of diet containing isocaloric amounts of maltose-dextrin substituted for ethanol. After postnatal day zero, the dams received food pellets and tap water ad libitum. On postnatal day 6 the pups were counted and weighed at variable intervals up to the 60th day of life. The majority of the pregnant dams that have received ethanol completed the gestational period, and the chronic consumption of alcohol did not interfere with the number of dams that gave birth. The alcoholized and control dams gained an equivalent weight and consumed an equivalent volume of diet throughout the gestation. The number of pups from alcohol diet dams was 46,26% smaller compared with the control group. There were less male than female pups in the offspring of alcoholized mice. Teratogeny like gastroschisis and limb malformation were present in the offspring of alcoholized dams. The body weight of the offspring of alcoholized mice increased from the 18th to the 36th postnatal day.

Investigou-se os efeitos do consumo crônico de álcool na prole de camundongas alcoolizadas na prenhez. Camundongas da espécie C57BL/6J foram acasaladas. A presença de tampão vaginal de esperma indicava o início da prenhez. As camundongas prenhes foram distribuidas em 2 grupos: no grupo experimento, as camundongas receberam dieta líquida rica em proteinas, ad libitum, contendo 27,5% (5,28% v/v) de suas calorias derivadas do etanol, do 5º ao 19º dia de prenhez. O grupo controle recebeu o mesmo volume de dieta, contendo quantidades isocalóricas de dextrino-maltose em substituição ao etanol. Ao término do período de prenhez e pós-natal as mães receberam ração e água. Os filhotes foram pesados e contados em intervalos variáveis do 6º ao 60º dia de vida pós-natal. As mães alcoolizadas e as controles ganharam peso equivalente, e consumiram volumes equivalentes de dieta durante a prenhez. A maioria das camundongas do grupo experimento completou o período de prenhez, e o consumo crônico de álcool não alterou o número de animais prenhes que efetivamente chegaram a dar à luz. O número de filhotes do grupo de camundongas alcoolizadas foi significantemente menor que o grupo controle. O número reduzido de filhotes foi mais pronunciado entre os machos, além de ocorrer natimortalidade e teratogenia como gastrosquise e malformações de membros. A massa corpórea das proles das camundongas do grupo álcool etílico aumentou do 18º ao 36º dia de vida pós-natal.
Palavra-chave Ethanol
Mice
Fetal alcohol syndrome
Teratogens
Etanol
Camundongos
Síndrome alcoólica fetal
Teratogênios
Idioma Inglês
Financiador Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP)
Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq)
Data de publicação 1999-09-01
Publicado em Acta Cirurgica Brasileira. Sociedade Brasileira para o Desenvolvimento da Pesquisa em Cirurgia, v. 14, n. 3, p. 00-00, 1999.
ISSN 0102-8650 (Sherpa/Romeo)
Publicador Sociedade Brasileira para o Desenvolvimento da Pesquisa em Cirurgia
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0102-86501999000300003
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S0102-86501999000300003 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/815

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0102-86501999000300003.pdf
Tamanho: 555.0KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta