Prevalence of Mental Disorders and Recidivism in Young Offenders

Prevalence of Mental Disorders and Recidivism in Young Offenders

Título alternativo Prevalência de Transtornos Mentais e Reincidência em Menores Infratores
Autor Dias, Alvaro Machado Autor UNIFESP Google Scholar
Serafim, Antonio De Pádua Google Scholar
Barros, Daniel Martins De Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Universidade de São Paulo (USP)
Universidade Metodista de São Paulo
Resumo Several studies report that incarcerated young offenders show a high rate of psychiatric disorders whereas associations between specific psychiatric disorders and recidivism remain unknown. The Brazilian legal system has created a unique opportunity for the study of this issue when consider young offenders not that guilty in spite of the severity of the crime, settling in three years the maximum period of incarceration. This study aims to determine the rate of psychiatric disorders in a cohort of incarcerated young offenders and evaluate the possible psychiatric connections of primary offenders and recidivism. A group of 898 incarcerated young offenders at Fundação Casa answered psychiatric interviews and was diagnosed according to the criteria of ICD-10. Statistic connections were analyzed using the tests of Pearson and Cramer. The cohort was comprised of 619 primaries and 267 recidivists. 'Psychoactive Substance Use' and 'Disorders of Adult Personality and Behavior' categories were related to recidivism, whereas 'Organic Mental Disorders', 'Mood Disorders', and 'Stress-related Disorders' were related to primary offenders. Discriminating disorders were the most likely to represent reactions to primary incarceration. In relation to associations that might represent predictors of crime, it became highly suggestive that substance abuse is the main cause of incarceration for the entire cohort.

Diversos estudos revelam que jovens infratores encarcerados apresentam taxas aumentadas de transtornos psiquiátricos, ao passo que associações entre transtornos específicos e reincidência permaneçam desconhecidas. O sistema legal brasileiro criou uma oportunidade exclusiva para o estudo desta questão, conforme considera os menores não imputáveis, a despeito da severidade do crime, fixando em três anos o período máximo de encarceramento. Este estudo pretende determinar a taxa de transtornos psiquiátricos em uma coorte de jovens infratores encarcerados e avaliar possíveis conexões entre transtornos específicos encarceramento primário e reincidência criminosa. Um grupo de 898 internos da Fundação Casa foi submetido a entrevistas psiquiátricas e diagnosticado de acordo com os critérios do CID-10. Conexões estatísticas foram analisadas usando os testes de Pearson e Cramer. A coorte tinha 619 primários e 267 reincidentes. Uso de Substância Psicoativa e Desordens da Personalidade e Comportamento Adulto relacionaram-se com reincidência, ao passo que Doenças Mentais Orgânicas, Transtorno do Humor e Desordens Relacionadas ao Estresse apresentaram relação com encarceramento primário. No que tange aos preditores da criminalidade, reforça-se a noção de que o abuso de drogas é a principal causa de encarceramento na amostra investigada.
Palavra-chave Young offenders
psychiatric disorders
recidivism
psychiatric epidemiology
Jovens infratores
transtornos psiquiátricos
reincidência
epidemiologia psiquiátrica
Idioma Inglês
Data de publicação 2014-01-01
Publicado em Psicologia: Reflexão e Crítica. Curso de Pós-Graduação em Psicologia da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, v. 27, n. 2, p. 317-322, 2014.
ISSN 0102-7972 (Sherpa/Romeo)
Publicador Curso de Pós-Graduação em Psicologia da Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Extensão 317-322
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/1678-7153.201427212
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S0102-79722014000200317 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/8142

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0102-79722014000200317.pdf
Tamanho: 132.2KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta