Influence of head posture on the visual acuity of children with nystagmus

Influence of head posture on the visual acuity of children with nystagmus

Título alternativo Influência da postura da cabeça na acuidade visual de crianças com nistagmo
Autor Costa, Ana Carla Ramos Vieira da Autor UNIFESP Google Scholar
Lopes, Márcia Caires Bestilleiro Autor UNIFESP Google Scholar
Nakanami, Célia Regina Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo Purpose: Evaluate the relationship between the postural alignment of the head and possible interference in the view of children. Methods: We evaluated 11 children between 2 and 7 years of age of both sexes, with the visually impaired, who had nystagmus and head lock position. The test Lea Grating Acuity Test® was used to collect measurements of visual acuity. This applied on two occasions: with and without postural alignment of the head. For reliability of the postural alignment of the head, the slopes were measured by Fisiologic® software. Results: The children had a poorer performance after physiological postural alignment. This poor performance is possible due to loss of position lock nystagmus to gain postural alignment, said to be ideal. Postural compensations were observed, and sharply increased eyestrain. Conclusion: The pursuit of traditional postural alignment affect the visual response of children with visual impairments.

Objetivo: Avaliar a relação entre o alinhamento postural da cabeça e a possível interferência na visão de crianças. Métodos: Foram avaliadas 11 crianças, entre 2 e 7 anos de idade de ambos os sexos, com o diagnóstico de deficiência visual, que apresentavam nistagmo e posição de bloqueio de cabeça. O teste Lea Grating Acuity Test® foi utilizado para coletar medidas de acuidade visual. Este aplicado em dois momentos: sem e com o alinhamento postural da cabeça. Para confiabilidade do alinhamento postural da cabeça, as inclinações foram medidas pelo software Fisiologic®. Resultados: As crianças apresentaram pior desempenho após o alinhamento postural fisiológico. Este pior desempenho é possível devido à perda da posição de bloqueio do nistagmo para ganho do alinhamento postural, dito como ideal. Foram observadas compensações posturais e maior esforço visual. Conclusão: A busca do alinhamento postural tradicional prejudica a resposta visual de criança com deficiência visual.
Palavra-chave Posture
Head
Ocular motility disorders
Nystagmus, physiologic
Visual acuity
Postura
Cabeça
Transtornos da motilidade ocular
Nistagmo fisiológico
Acuidade visual
Idioma Inglês
Financiador Bolsa de Iniciacao Cientifica da Universidade de Santo Amaro
Data de publicação 2014-01-01
Publicado em Arquivos Brasileiros de Oftalmologia. Conselho Brasileiro de Oftalmologia, v. 77, n. 1, p. 8-11, 2014.
ISSN 0004-2749 (Sherpa/Romeo, fator de impacto)
1678-2925 (Sherpa/Romeo, fator de impacto)
Publicador Conselho Brasileiro de Oftalmologia
Extensão 8-11
Fonte http://dx.doi.org/10.5935/0004-2749.20140004
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
Web of Science WOS:000340485300004
SciELO S0004-27492014000100008 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/8136

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0004-27492014000100008.pdf
Tamanho: 499.8KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta