Comparação de resposta da pressão intraocular frente a duas diferentes intensidades e volumes do treinamento resistido

Comparação de resposta da pressão intraocular frente a duas diferentes intensidades e volumes do treinamento resistido

Título alternativo A comparison of the intraocular pressure response between two different intensities and volumes of resistance training
Autor Conte, Marcelo Google Scholar
Scarpi, Marinho Jorge Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Escola Superior de Educação Física de Jundiaí
Resumo Abstract Purpose: To verify the influence of two different intensities and volumes of resistance training on intraocular pressur.Method: Nineteen athletes boxers (13 male and 6 female; mean age of 22 ± 3 years) were randomly assigned to two different resistance exercise sessions: muscular endurance with 3 sets of 15 repetition maximum and muscular hypertrophy with 4 sets of 8 RM. The intraocular pressure was measured with a Perkins tonometer before, during and after the resistance exercise sessions. Data were expressed as mean and standard deviation. A repeated-measures analysis of variance (ANOVA) was used and the Tukey post hoc test for multiple comparisons were applied.Results: A reduction in intraocular pressure during the resistance exercise session was observed. However, the muscular endurance exercise produced a significant reduction in intraocular pressure when compared with muscular hypertrophy. At the end of session, intraocular pressure returned to pre-exercise levels in muscular endurance session and above to pre-exercise levels in hypertrophy session.Conclusion: Resistance exercises influence intraocular pressure values, thus 3 sets of 15 repetitions with 60%1RM promote better intraocular pressure responses than 3 sets of 8 repetitions with 80% 1RM. This finding of the present research can contribute in prescription of resistance exercise to people with glaucoma risk factors.

Objetivo: Verificar a influência de duas diferentes intensidades e volumes de treinamento resistido na pressão intraocular.Método: Dezenove boxeadores (13 homens e 6 mulheres; idade média de 22 ± 3 anos) foram randomicamente submetidos a duas diferentes sessões de exercícios resistidos: resistência muscular com 3 séries de 15 repetições máximas e hipertrofia muscular com 4 séries de 8RM. A pressão intraocular foi obtida com Tonometro de Perkins antes, durante e após as sessões de exercício resistido. Os dados foram expressos em média e desvio padrão. Foi realizada análise de variância (ANOVA) com medidas repetidas e pós teste de Tukey.Resultados: Foi observada redução da pressão intraocular durante as sessões de treinamento resistido. Contudo, a sessão de exercício para resistência muscular promoveu uma redução significativa da pressão intraocular comparada a de hipertrofia muscular. Ao final da sessão de resistência muscular a pressão intraocular retornou aos valores prévios ao exercício, por outro lado na sessão de hipertrofia muscular a pressão intraocular após o término dos exercícios apresentou-se acima dos valores iniciais.Conclusão: O treinamento resistido pode influenciar os valores da pressão intraocular, especificamente 3 séries de 15 repetições com 60% de 1RM promoveu respostas hipotensivas mais expressivas na pressão intraocular do que 3 séries de 8 repetições com 80% de 1RM. Esses achados podem contribuir para prescrição de exercício resistido para pessoas com fatores de risco para o glaucoma.
Palavra-chave Intraocular pressure
Resistance training
Motor activity
Ophthalmology
Physical exercise
Pressão intraocular
Treinamento resistido
Atividade motora
Oftalmologia
Exercício físico
Idioma Português
Data de publicação 2014-01-01
Publicado em Revista Brasileira de Oftalmologia. Sociedade Brasileira de Oftalmologia, v. 73, n. 1, p. 23-27, 2014.
ISSN 0034-7280 (Sherpa/Romeo)
Publicador Sociedade Brasileira de Oftalmologia
Extensão 23-27
Fonte http://dx.doi.org/10.5935/0034-7280.20140005
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S0034-72802014000100023 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/8134

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0034-72802014000100023.pdf
Tamanho: 1.368MB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta