Inter-relações da violência no sistema familiar: estudo domiciliar em um bairro de baixa renda

Inter-relações da violência no sistema familiar: estudo domiciliar em um bairro de baixa renda

Título alternativo Interrelationships of violence in the family system: a household survey in a low-income neighborhood
Autor Bhona, Fernanda Monteiro De Castro Google Scholar
Gebara, Carla Ferreira De Paula Google Scholar
Noto, Ana Regina Autor UNIFESP Google Scholar
Vieira, Marcel De Toledo Google Scholar
Lourenço, Lelio Moura Google Scholar
Instituição Tribunal de Justiça de Minas Gerais
Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Universidade Federal de Juiz de Fora
Resumo Aiming the identification of associations between different types of family violence, we performed a household survey using a probabilistic sample of 480 women, aged between 18 and 60 years (M=39.1; SD=12.2), from a low-income neighborhood of Juiz de Fora/MG. The Revised Conflict Tactics Scales and the Parent-Child Conflict Tactics Scales were applied. Psychological violence was reported in 77% to 89% of the relationships investigated. Physical violence was higher or equal to 20%. Associations between practicing and being victim of almost all types of partner violence were observed. Being victim or aggressor in the marital relationship was also associated with violence against children. These results highlight the circularity of violence and the relevance of preventive actions in the family.

Visando identificar associações entre tipos de violência na família, realizou-se um levantamento domiciliar por amostragem probabilística com 480 mulheres, entre 18 e 60 anos (M=39,1; DP=12,2), num bairro de baixa renda em Juiz de Fora/MG. Utilizou-se a Escala de Táticas de Conflito Revisada e a Escala de Táticas de Conflito entre Pais-Crianças. A violência psicológica variou de 77% a 89% nas relações estudadas. A violência física foi maior ou igual a 20%. Foram observadas associações entre praticar e ser vítima de quase todas as modalidades de violência conjugal. Ser vítima ou agressora na relação conjugal também apresentou associação com violência contra filhos. Tais resultados evidenciam a circularidade das relações violentas e a relevância de ações preventivas na família em detrimento a ações individualizadas.
Palavra-chave Family violence
marital conflict
child abuse
family relations
Violência na família
conflito conjugal
abuso infantil
relações familiares
Idioma Português
Data de publicação 2014-01-01
Publicado em Psicologia: Reflexão e Crítica. Curso de Pós-Graduação em Psicologia da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, v. 27, n. 3, p. 591-598, 2014.
ISSN 0102-7972 (Sherpa/Romeo)
Publicador Curso de Pós-Graduação em Psicologia da Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Extensão 591-598
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/1678-7153.201427321
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S0102-79722014000300591 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/8131

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0102-79722014000300591.pdf
Tamanho: 431.5KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta