Wicket spikes: a case-control study of a benign eletroencephalografic variant pattern

Wicket spikes: a case-control study of a benign eletroencephalografic variant pattern

Título alternativo Wicket spikes: estudo de variante eletrográfica benigna
Autor Batista, Marcus Sabry Azar Autor UNIFESP Google Scholar
Coelho, Cristina Funatsu Google Scholar
Lima, MÁrcia Marques De Google Scholar
Silva, DÉlrio FaÇanha Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Santa Casa de Misericórdia de São Paulo Head of Eletrotroencephalography sector
Resumo Wicket spikes (WS) are a benign eletroencephalogram (EEG) variant, seen mainly in adults, during somnolence, in the temporal regions, in many clinical situations. WS can appear in trains or isolatedly, sometimes being difficult to differentiate from epileptiform activity. We reviewed 2,000 EEG's, found 65 with WS (3.25%) and compared them with 65 normal EEG without WS. There was statistically significant (SS) association between WS and age over 33; adolescent age was correlated to absence of WS and age over 65, to the presence of WS; there was an inverse correlation between WS and epilepsy, related to differences in age; a SS association with cerebrovascular disorders disappeared after controlling for age; a SS correlation with headache was also related to age; female predominance was not SS. There was a great variety of clinical situation associated with WS. We conclude that WS are a inespecific normal variant of the EEG that is age-related.

As Wicket spikes (WS) são um padrão benigno, variante da normalidade do eletrencefalograma (EEG), vistas principalmente em adultos, durante a sonolência, nas regiões temporais, em situações clínicas variadas. WS aparecem em trens ou isoladamente, podendo ser difícil diferenciá-las de atividade epileptiforme. Nós revisamos 2.000 EEG e encontramos 65 com WS (3,25%) e os comparamos a 65 EEG 's normais sem WS. Encontramos associação estatisticamente significante (ES) entre WS e idade acima de 33 anos; adolescência e ausência de WS e idade acima de 65 e presença de WS. Houve correlação inversa entre WS e epilepsia, explicada por diferenças nas médias de idade. A correlação ES entre WS e doença cerebrovascular desapareceu após controlarmos a idade. A correlação ES a cefaléia dependeu de sua relação à idade. A predominância do sexo feminino não foi ES. Houve maior variedade de situações clínicas associadas a WS. WS são uma variante normal do EEG, idade-relacionada.
Palavra-chave Wicket spikes
benign variants
eletrotroencephalogram
Wicket spikes
variantes benignas
eletrencefalograma
Idioma Inglês
Data de publicação 1999-09-01
Publicado em Arquivos de Neuro-Psiquiatria. Academia Brasileira de Neurologia - ABNEURO, v. 57, n. 3A, p. 561-565, 1999.
ISSN 0004-282X (Sherpa/Romeo)
Publicador Academia Brasileira de Neurologia - ABNEURO
Extensão 561-565
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0004-282X1999000400004
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S0004-282X1999000400004 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/813

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0004-282X1999000400004.pdf
Tamanho: 47.89KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta