Detecção de podocitúria em pacientes com nefrite lúpica

Detecção de podocitúria em pacientes com nefrite lúpica

Título alternativo Detection of podocyturia in patients with lupus nephritis
Autor Sabino, Amelia Rodrigues Pereira Autor UNIFESP Google Scholar
Teixeira, Vicente de Paulo Castro Autor UNIFESP Google Scholar
Nishida, Sonia Kiyomi Autor UNIFESP Google Scholar
Sass, Nelson Autor UNIFESP Google Scholar
Mansur, Juliana Busato Autor UNIFESP Google Scholar
Mastroianni Kirsztajn, Gianna Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo INTRODUCTION: The podocyturia has been detected in glomerular diseases, such as lupus nephritis (LN), in which proteinuria is an important manifestation, and its occurrence seems to be limited to the active phase of the disease. OBJECTIVE: To evaluate podocyturia in LN patients, and the possible association with clinical disease activity. METHODS: We evaluated 56 patients with LN, that were classified in three groups according to the degree of clinical activity: Group B, no activity (n = 17), Group C with mild (n = 29) and Group D, moderate to severe activity (n = 10). The control group was composed by 29 healthy subjects (Group A). The podocyturia was studied by indirect immunofluorescence using primary antibodies to podocyte: anti-podocin, nephrin and synaptopodin, and a secondary antibody conjugated with FITC. We also evaluated serum creatinine levels, urinary protein/creatinine (P/C) ratio, hematuria and leucocituria. RESULTS: The podocyturia with anti-podocin and anti-sinaptopodin correlated statistically with the P/C ratio (p = 0.001 and p = 0.013, respectively). The podocyturia with anti-podocin, as well as the P/C ratio showed significant correlation (p < 0.001) with the degree of lupus disease activity, unlike the other two antibodies, anti-nephrin and anti-synaptopodin. CONCLUSION: Our findings show that podocyturia with anti-podocin could be useful in monitoring disease activity in LN patients.

INTRODUÇÃO: A podocitúria tem sido detectada em doenças glomerulares, tais como em nefrite lúpica (NL), em que a proteinúria é uma manifestação importante, e sua ocorrência parece limitar-se à fase ativa da doença. OBJETIVO: Avaliar a podocitúria por imunofluorescência em pacientes portadores de NL e verificar possível associação com atividade clínica da doença. MÉTODOS: Foram avaliados 56 pacientes com NL. Os pacientes foram divididos em três grupos de acordo com o grau de atividade clínica: Grupo B, sem atividade (n = 17); Grupo C, com atividade discreta (n = 29) e Grupo D, moderada a grave (n = 10). Como grupo controle, foram incluídos 29 indivíduos saudáveis (Grupo A). A podocitúria foi estudada por meio de imunofluorescência indireta, usando-se anticorpos primários antipodocina, nefrina e sinaptopodina, e anticorpo secundário conjugado à FITC. Também foram avaliados os níveis de creatinina sérica e da relação proteína/creatinina (P/C) urinária, assim como a presença de hematúria e leucocitúria. RESULTADOS: A podocitúria com antipodocina e com antissinaptopodina correlacionou-se estatisticamente com a relação P/C (p = 0,001 e p = 0,013, respectivamente). Tanto a podocitúria com antipodocina, quanto a relação P/C, apresentaram correlação significante (p < 0,001) com a graduação de atividade da doença na NL, diferentemente do que se observou com os outros dois anticorpos, antinefrina e antissinaptopodina. CONCLUSÃO: Nossos achados sugerem que a pesquisa de podocitúria com anticorpos antipodocina poderia ser útil no acompanhamento de pacientes com NL, fornecendo dados relevantes quanto à atividade da doença.
Assunto glomerulonephritis
lupus nephritis
podocytes
proteinuria
glomerulonefrite
nefrite lúpica
podócitos
proteinúria
Idioma Português
Data 2013-12-01
Publicado em Jornal Brasileiro de Nefrologia. Sociedade Brasileira de Nefrologia, v. 35, n. 4, p. 252-258, 2013.
ISSN 0101-2800 (Sherpa/Romeo)
Editor Sociedade Brasileira de Nefrologia
Extensão 252-258
Fonte http://dx.doi.org/10.5935/0101-2800.20130043
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S0101-28002013000400004 (estatísticas na SciELO)
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/8099

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Nome: S0101-28002013000400004.pdf
Tamanho: 335.1Kb
Formato: PDF
Descrição:
Visualizar/Abrir

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)