Doença pulmonar obstrutiva crônica em mulheres expostas à fumaça de fogão à lenha

Doença pulmonar obstrutiva crônica em mulheres expostas à fumaça de fogão à lenha

Título alternativo Chronic obstructive pulmonary disease in women exposed to wood stove smoke
Autor Moreira, Maria Auxiliadora Carmo Google Scholar
Barbosa, Maria Alves Google Scholar
Jardim, José Roberto Autor UNIFESP Google Scholar
Queiroz, Maria Conceição Cam Google Scholar
Inácio, Lorine Uchôa Google Scholar
Instituição Universidade Federal de Goiás Serviço de Pneumologia
Universidade Federal de Goiás Faculdade de Enfermagem
Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Universidade Federal de Goiás Hospital das Clínicas Programa de Residência em Pneumologia
Resumo OBJECTIVE: To identify respiratory symptoms and COPD (forced vital capacity and forced expi-Pulmonary disease chronic ratory volume in one second ratio < 0.70 and below the lower limit of normal) in non-smoking obstructive women with history of exposure to wood smoke of at least 80 hours-years. METHODS: One hundred sixty nonsmoking women were included. Demographic data and information about symptoms and other environmental exposures were collected. All women underwent spirometry and those with COPD also had their lung volumes measured. RESULTS: The COPD group had greater exposure in years to wood smoke (p = 0.043), greater length of rural residence (p = 0.042) and the same length of passive smoking (p = 0.297) and farm work (p = 0.985). Cough (69.8%), sputum (55.8%) and wheezing (67.4%) predominated in the COPD group (p < 0.001) compared to those without copd (40.2%, 27.4%, 33, 3%, respectively). the copd patients had mild to moderate obstructive disturbance and normal lung volumes, except that the residual volume and total lung capacity ratio (rv/tlc) > 0.40 in 45%, which correlated negatively with forced expiratory volume in one second (FEV1) and FEV1/vital forced capacity ratio (FEV1/FVC). CONCLUSION: Women with prolonged exposure to wood smoke had predominantly mild to moderate COPD. Those without COPD had a high prevalence of chronic respiratory symptoms, justifying clinical and spirometric monitoring.

OBJETIVO: Identificar sintomas respiratórios e DPOC (relação entre volume expiratório forçado no primeiro segundo e capacidade vital forçada < 0,70 e abaixo do limite inferior da normalidade) em mulheres não fumantes, com história de exposição à fumaça da combustão de lenha de ao menos 80 horas-ano. MÉTODOS: foram incluídas 160 mulheres não tabagistas. coletaram-se dados demográficos, sintomas e informações sobre outras exposições ambientais. todas as mulheres realizaram espirometria e aquelas com DPOC também medidas de volumes pulmonares RESULTADOS: o grupo com DPOC apresentava maior duração de exposição, em anos, à fumaça de lenha (p = 0,043), maior tempo de domicílio rural (p = 0,042), duração similar de tabagismo passivo (p = 0,297) e de trabalho na lavoura (p = 0,985). tosse (69,8%), expectoração (55,8%) e chiado (67,4%) predominaram no grupo com DPOC (p < 0,001) quando comparado ao grupo sem DPOC (40,2%, 27,4%, 33,3%, respectivamente). As pacientes com DPOC apresentavam distúrbio obstrutivo leve a moderado e volumes pulmonares normais, exceto a relação entre o volume residual e a capacidade pulmonar total (VR/CPT) > 0,40 em 45%, que apresentou correlação negativa com o VEF1 e VEF1/CVF. CONCLUSÃO: Mulheres comexposição prolongada à fumaça de lenha apresentaram DPOC predominantemente leve a moderado. Aquelas sem DPOC tiveram alta prevalência de sintomas respiratórios crônicos, justificando monitoramento clínico e espirométrico.
Assunto Pulmonary disease chronic obstructive
Biomass
Smoke
Doença pulmonar obstrutiva crônica
Biomassa
Fumaça
Idioma Português
Data 2013-12-01
Publicado em Revista da Associação Médica Brasileira. Associação Médica Brasileira, v. 59, n. 6, p. 607-613, 2013.
ISSN 0104-4230 (Sherpa/Romeo)
Editor Associação Médica Brasileira
Extensão 607-613
Fonte http://dx.doi.org/10.1016/j.ramb.2013.09.001
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S0104-42302013000600016 (estatísticas na SciELO)
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/8075

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Nome: S0104-42302013000600016.pdf
Tamanho: 1.525Mb
Formato: PDF
Descrição:
Visualizar/Abrir

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)