Evolução da esclerite nodular com biomicroscopia ultrassônica: relato de caso

Evolução da esclerite nodular com biomicroscopia ultrassônica: relato de caso

Título alternativo Evolution of nodular scleritis with ultrasound biomicroscopy: case report
Autor Martinez, Andrea Alejandra Gonzalez Autor UNIFESP Google Scholar
Matos, Kimble Teixeira Fonseca Autor UNIFESP Google Scholar
Trevisani, Virgínia Fernandes Moça Autor UNIFESP Google Scholar
Hirai, Alcides Autor UNIFESP Google Scholar
Allemann, Norma Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Universidade de Santo Amaro Departamento de Medicina Urgência e Medicina Baseada em Evidências
Resumo To stablish evolutionary pattern of a case of nodular scleritis with high frequency ultrasound during treatment. Twenty-seven year old female, initial manifestation of intermediate uveitis, bilateral macular edema after clinical treatment with topical and oral steroids. After four months, we observed the formation of a scleral nodule in the right eye when patient underwent high frequency ultrasound (Paradigm, 50 MHz transducer, immersion technique). The lesion in right eye was characterized at high frequency ultrasound as a nodular lesion located at the anterior inferior temporal wall associated with localized reduction of scleral thickness. After intravitreal injection of triamcinolone for treatment of macular edema, clinical regression of the scleral nodule was observed in right eye, maintaining reduced scleral thickness. High frequency ultrasound assisted in the diagnosis of nodular scleritis during the phases of treatment and in the identify its characteristic sequel feature, the scleral thinning.

Estabelecer padrão evolutivo de um caso de esclerite nodular à ultrassonografia de alta frequência durante o tratamento. Mulher, 27 anos, com manifestação inicial de uveíte intermediária, edema macular bilateral após tratamento clínico com corticosteroide tópico e via oral. Após quatro meses, observou-se a formação de um nódulo escleral no olho direito quando foi submetido à ultrassonografia de alta frequência (Paradigm, transdutor de 50 MHz, técnica de imersão). A lesão do olho direito foi caracterizada à ultrassonografia de alta frequência como uma lesão nodular da parede anterior temporal inferior associada à redução localizada da espessura da escleral. Após a injeção intravítrea de triancinolona para tratamento do edema macular, observou-se a regressão clínica do nódulo escleral no olho direito, mantendo reduzida a espessura escleral. A ultrassonografia de alta frequência auxiliou no diagnóstico da esclerite nodular durante as fases de tratamento e na identificação da sua sequela característica, o afinamento escleral.
Palavra-chave Scleritis
Ultrasonography
Biomicroscopy
Case report
Esclerite
Ultrassonografia/
Microscopia
Relato de caso
Idioma Português
Data de publicação 2013-12-01
Publicado em Arquivos Brasileiros de Oftalmologia. Conselho Brasileiro de Oftalmologia, v. 76, n. 6, p. 374-376, 2013.
ISSN 0004-2749 (Sherpa/Romeo, fator de impacto)
Publicador Conselho Brasileiro de Oftalmologia
Extensão 374-376
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0004-27492013000600012
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
Web of Science WOS:000331655800012
SciELO S0004-27492013000600012 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/8068

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0004-27492013000600012.pdf
Tamanho: 626.5KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta