Os Estados Unidos e os mecanismos regionais de proteção dos direitos humanos

Mostrar registro simples

dc.contributor.author Maciel, Débora Alves [UNIFESP]
dc.contributor.author Ferreira, Marrielle Maia Alves
dc.contributor.author Koerner, Andrei
dc.date.accessioned 2015-06-14T13:45:43Z
dc.date.available 2015-06-14T13:45:43Z
dc.date.issued 2013-12-01
dc.identifier http://dx.doi.org/10.1590/S0102-64452013000300010
dc.identifier.citation Lua Nova: Revista de Cultura e Política. CEDEC, n. 90, p. 271-295, 2013.
dc.identifier.issn 0102-6445
dc.identifier.uri http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/8066
dc.description.abstract What would be the performance of the United States of America in the Organization of American States (OAS) in the accused position by human rights violations? The inquiry was starting point of the empirical research, presented in the article, about the accusations against the United States of America to the Inter-American Commission of Human Rights IACHR/OAS. The complaints were analyzed from the perspective of institutions and collective mobilization, thus emphasizing the character, regulatory and strategic at the same time, dynamic and relational, of human rights. Although the IACHR does not exert binding effect on national authorities, tensions in domestic politics has been generated by positive answers to the growing activism of citizens in submission of complaints, since the 1990s, in challenging the behavior of U.S. governmental institutions en
dc.description.abstract Qual seria a performance dos Estados Unidos da América na Organização dos Estados Americanos (OEA) na posição de acusado por violações de direitos humanos? A indagação foi ponto de partida da pesquisa empírica, apresentada no artigo, sobre as acusações contra os Estados Unidos na Comissão Interamericana de Direitos Humanos (CIDH/OEA). As denúncias foram analisadas da perspectiva das instituições e da mobilização coletiva, enfatizando, assim, o caráter ao mesmo tempo normativo e estratégico, dinâmico e relacional dos direitos humanos. Embora a CIDH não exerça efeito obrigatório sobre as autoridades nacionais, tensões na política doméstica têm sido geradas pelas respostas positivas da Comissão ao crescente ativismo de cidadãos na apresentação de denúncias, desde os anos 1990, em franco desafio ao comportamento das instituições governamentais norte-americanas. pt
dc.format.extent 271-295
dc.language.iso por
dc.publisher CEDEC
dc.relation.ispartof Lua Nova: Revista de Cultura e Política
dc.rights Acesso aberto
dc.subject Human Rights Mobilization en
dc.subject Human Rights Politics en
dc.subject United States of America en
dc.subject Inter-American Commission on Human Rights en
dc.subject Mobilização dos Direitos Humanos pt
dc.subject Política de Direitos Humanos pt
dc.subject Estados Unidos da América pt
dc.subject Comissão Interamericana de Direitos Humanos pt
dc.title Os Estados Unidos e os mecanismos regionais de proteção dos direitos humanos pt
dc.title.alternative The United States and the regional human rights protection mechanisms en
dc.type Artigo
dc.contributor.institution Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
dc.contributor.institution Universidade Federal de Uberlândia
dc.contributor.institution Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP)
dc.description.affiliation Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
dc.description.affiliation Universidade Federal de Uberlândia
dc.description.affiliation Unicamp
dc.description.affiliationUnifesp UNIFESP
dc.identifier.file S0102-64452013000300010.pdf
dc.identifier.scielo S0102-64452013000300010
dc.identifier.doi 10.1590/S0102-64452013000300010
dc.description.source SciELO



Arquivos deste item

Nome: S0102-64452013000300010.pdf
Tamanho: 342.8Kb
Formato: PDF
Descrição:
Visualizar/Abrir

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Mostrar registro simples