Modos de morar de pessoas com transtorno mental grave no Brasil: uma avaliação interdisciplinar

Modos de morar de pessoas com transtorno mental grave no Brasil: uma avaliação interdisciplinar

Título alternativo Accommodation of individuals with severe mental disorders in Brazil: an interdisciplinary assessment
Autor Furtado, Juarez Pereira Autor UNIFESP Google Scholar
Tugny, Augustin de Google Scholar
Baltazar, Ana Paula Google Scholar
Kapp, Silke Google Scholar
Generoso, Cláudia Maria Google Scholar
Campos, Florianita Coelho Braga Autor UNIFESP Google Scholar
Guerra, Andréa Maris Campos Google Scholar
Nakamura, Eunice Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
UFMG Escola de Belas Artes
UFMG Escola de Arquitetura
UFMG Departamento de Psicologia
Resumo Qualitative evaluative research is presented on the accommodation of people with severe mental disorders receiving mental health support from the city government in three large cities in Brazil. Participant observation of ten residents and their caregivers was conducted in Residential Therapeutic Services (SRT) and the routine of eight frequenters of Psychosocial Support Centers (CAPS) who established their accommodation on their own initiative was monitored. Both the residents of SRT and CAPS were interviewed in depth. The field material was analyzed by means of the interpretation method, from the perspective of architects, anthropologists, psychoanalysts and sanitary engineers. The findings indicate a lack of systematic processes of psychosocial rehabilitation of the residents of SRTs, caregivers unprepared to deal with the complexity of the residents' demands, in addition to low involvement of CAPS with SRTs. Moreover, users connected to the CAPS, who do not live in SRTs, showed a range of creative ways to establish their accommodation and greater interaction with the community, although some have the support of hostels and asylums to address their housing needs. At the end of the text, some directions to overcome the problems encountered are highlighted.

Apresentamos pesquisa avaliativa qualitativa sobre modos de morar de pessoas com transtorno mental grave, vinculadas às redes municipais de saúde mental de três cidades de grande porte. Realizamos observação participante de dez moradores e respectivos cuidadores de Serviços Residenciais Terapêuticos (SRT) e acompanhamos o cotidiano de oito usuários de Centros de Atenção Psicossocial (CAPS) que constituíram suas moradias por iniciativas próprias. Os moradores e usuários também foram entrevistados em profundidade. O material de campo foi analisado, segundo o método interpretativo, da perspectiva de arquitetos, antropólogos, psicanalistas e sanitaristas. Os resultados apontam carência de processos sistemáticos de reabilitação psicossocial dos moradores de SRT e despreparo dos cuidadores para lidarem com a complexidade de demandas para seu acompanhamento, além de baixo envolvimento dos CAPS com os SRT. Por outro lado, usuários ligados aos CAPS, que não moram em SRT, apresentaram criativa diversidade nos modos de constituir suas moradias e maior interação com a comunidade, embora alguns contem com o apoio de albergues e asilos para resolver suas necessidades. Algumas direções para a superação dos problemas encontrados são apontadas ao final do texto.
Palavra-chave Mental health
Accommodation
Public health
Anthropology
Psychoanalysis
Interdisciplinary research
Saúde mental
Habitação
Saúde coletiva
Antropologia
Psicanálise
Pesquisa Interdisciplinar
Idioma Português
Financiador Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq)
Data de publicação 2013-12-01
Publicado em Ciência & Saúde Coletiva. ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva, v. 18, n. 12, p. 3683-3693, 2013.
ISSN 1413-8123 (Sherpa/Romeo, fator de impacto)
Publicador ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva
Extensão 3683-3693
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S1413-81232013001200024
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
Web of Science WOS:000327506100024
SciELO S1413-81232013001200024 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/8046

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S1413-81232013001200024.pdf
Tamanho: 108.7KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta