Impression cytology and in vivo confocal microscopy in corneas with total limbal stem cell deficiency

Impression cytology and in vivo confocal microscopy in corneas with total limbal stem cell deficiency

Título alternativo Citologia de impressão e microscopia confocal in vivo em córneas com deficiência total das células-tronco do limbo
Autor Araújo, Aline Lütz de Autor UNIFESP Google Scholar
Ricardo, José Reinaldo da Silva Autor UNIFESP Google Scholar
Sakai, Vivian Naomi Autor UNIFESP Google Scholar
Barros, Jeison de Nadai Autor UNIFESP Google Scholar
Gomes, José Álvaro Pereira Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo PURPOSES: To describe corneal changes seen on in vivo confocal microscopy in patients with total limbal stem cell deficiency and to correlate them with cytological findings. METHODS: A prospective case series including 13 eyes (8 patients) with total limbal deficiency was carried out. Stem cell deficiency was diagnosed clinically and by corneal impression cytology. Confocal images of the central cornea were taken with the Heidelberg Retina Tomograph II, Rostock Corneal Module (Heidelberg Engineering, Heidelberg, Germany). RESULTS: Impression cytology of the cornea revealed conjunctival epithelial cells and goblet cells in all cases. In vivo confocal microscopy showed disruption of normal layers of the corneal epithelium in all eyes. Confocal images showed cells with characteristics of conjunctival epithelium at the cornea in 76.9% of the total. These findings on confocal microscopy were compatible to limbal stem cell deficiency. Additionally, goblet cells, squamous metaplasia, inflammatory cells and dendritic cells were observed. The sub-basal nerve plexus was not identified in any of the corneas. Corneal neovessels were observed at the epithelium and stroma. All cases showed diffuse hyper-reflective images of the stroma corresponding to opacity of the tissue. CONCLUSIONS: Limbal stem cell deficiency had been confirmed by impression cytology in all cases, and 76.9% of the cases could also be diagnosed by in vivo confocal microscopy through the conjunctival epithelial cell visualization on the corneal surface. Frequent confocal microscopy findings were abnormal cells at the cornea (conjunctival epithelial, goblet and inflammatory cells), corneal neovessels and diffuse hyper-reflection of the stroma.

OBJETIVOS: Descrever as alterações corneais observadas na microscopia confocal in vivo e relacioná-las aos achados da citologia de impressão em pacientes com deficiência total das células-tronco do limbo. MÉTODOS: Série de casos prospectiva incluindo 13 olhos (8 pacientes) com deficiência total das células-tronco do limbo. A deficiência límbica foi diagnosticada clinicamente e mediante citologia de impressão da córnea. Imagens confocais da córnea central foram obtidas com o Heidelberg Retina Tomograph II, Rostock Corneal Module (Heidelberg Engineering, Heidelberg, Alemanha). RESULTADOS: A citologia de impressão da córnea demonstrou células epiteliais da conjuntiva e células caliciformes em todos os casos. A microscopia confocal da área central da córnea mostrou alteração da estrutura normal das camadas do epitélio corneal em todos os casos. As imagens confocais da córnea mostraram a presença de células com características do epitélio conjuntival em 76,9%. Esses achados no exame confocal são compatíveis com deficiência das células-tronco do limbo. Adicionalmente, células caliciformes, metaplasia escamosa, células inflamatórias e dendríticas foram observadas. O plexo nervoso sub-basal não foi identificado em nenhum dos casos. Neovasos corneais foram observados no epitélio e no estroma. Em todos os casos havia imagens difusamente hiperreflectivas no estroma, correspondendo à opacidade do tecido. CONCLUSÕES: A deficiência das células-tronco do limbo, previamente confirmada por citologia de impressão, pôde ser demonstrada pela microscopia confocal in vivo em 76,9% dos casos através da visualização de células epiteliais da conjuntiva na córnea. Achados frequentes na microscopia confocal foram células anormais na córnea (células conjuntivais, caliciformes e inflamatórias), neovasos corneais e hiperreflexão difusa do estroma.
Palavra-chave Cornea
Corneal diseases
Conjunctiva
Limbus corneae
Stem cells
Microscopy, Confocal
Córnea
Doenças da córnea
Túnica conjuntiva
Limbo da córnea
Células-Tronco
Microscopia confocal
Idioma Inglês
Data de publicação 2013-10-01
Publicado em Arquivos Brasileiros de Oftalmologia. Conselho Brasileiro de Oftalmologia, v. 76, n. 5, p. 305-308, 2013.
ISSN 0004-2749 (Sherpa/Romeo, fator de impacto)
Publicador Conselho Brasileiro de Oftalmologia
Extensão 305-308
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0004-27492013000500011
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
Web of Science WOS:000327323800011
SciELO S0004-27492013000500011 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/7974

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0004-27492013000500011.pdf
Tamanho: 461.6KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta