Translation and cross-cultural adaptation of the Duke activity status index to Brazilian Portuguese

Translation and cross-cultural adaptation of the Duke activity status index to Brazilian Portuguese

Título alternativo Tradução e adaptação cultural do Duke activity status index para a língua portuguesa
Autor Neves, Laura Maria Tomazi Google Scholar
Alberto, Klohn Neto Autor UNIFESP Google Scholar
Arenas, Fernanda Pasquale Autor UNIFESP Google Scholar
Luis Vicente Franco De, Oliveira Google Scholar
Arena, Ross Google Scholar
Cipriano Junior, Gerson Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Brasília University
Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Nove de Julho University
University of Illinois Chicago College of Applied Health Sciences University of Illinois Chicago
Brasília University Physical Therapy Course
Resumo INTRODUCTION: The limited number of valid and reliable questionnaires for the evaluation of exercise tolerance has stimulated the development of simple international assessment tools for this purpose, one of the most widely used of which is the Duke Activity Status Index (DASI). However, this index has not yet been translated and adapted to the Portuguese language. OBJECTIVE: To develop a Brazilian version of the DASI and cross-culturally adapt it for the evaluation of cardiorespiratory fitness among patients with cardiovascular disease in Brazil. MATERIALS AND METHODS: The translation process involved four stages: initial translation, back-translation, multidisciplinary committee review and pre-test with 16 subjects (8 cardiac patients and 8 healthy individuals). Patients were screened from outpatient Cardiac Surgery, São Paulo Hospital. The Mann-Whitney and chi-square tests were employed to determine differences between controls and individuals with heart disease. RESULTS: The sample was characterized by individuals aged ≥ 50 years who were mainly from the southeastern region of Brazil (62.5%) and were non-smokers (56.2%). Less than half of the cohort was considered physically active (43.75%). The level of non-understanding was less than 10% of the sample. Doubts were prevalent among individuals with heart disease (75%) regarding the level of fatigue caused when performing a task. CONCLUSION: The present findings demonstrate that the DASI was successfully translated and adapted to Brazilian Portuguese.

INTRODUÇÃO: A limitação quanto ao uso rotineiro e em escala populacional dos métodos de maior acurácia para avaliação da capacidade incentivou o desenvolvimento de questionários de estimativa. O questionário Duke Activity Status Index (DASI) é um dos mais utilizados, no entanto ainda não traduzido e adaptado para língua portuguesa. OBJETIVO: Desenvolver uma versão brasileira do DASI e adaptá-lo culturalmente para avaliação da capacidade cardiorrespiratória de cardiopatas no Brasil. MATERIAIS E MÉTODOS: Foram realizadas quatro etapas metodologicamente recomendadas para esta finalidade: tradução inicial, tradução reversa, revisão por comitê multidisciplinar e pré-teste de verificação com 16 indivíduos (oito cardiopatas e oito saudáveis). Os pacientes foram triados no ambulatório da Cirurgia Cardíaca do Hospital São Paulo. Para verificar as possíveis diferenças entre os indivíduos saudáveis e cardiopatas foram utilizados os testes α Mann-Whitney ou qui-quadrado. RESULTADOS: A amostra foi caracterizada por indivíduos procedentes da região Sudeste (62,5%), não tabagistas (56,2%), ativos (43,75%) e com idade ≥ 50 anos. O nível de não compreensão aceitável foi de até 10% dos entrevistados. As dúvidas foram predominantes nos cardiopatas (75%) em relação ao grupo saudável (12,5%), sendo concentradas na consideração ou não do nível de cansaço para realizar a tarefa. CONCLUSÃO: Os resultados demonstram que o DASI foi satisfatoriamente traduzido e adaptado para a lingua portuguesa.
Palavra-chave Translating
Exercise test
Physical fitness
Tradução (processo)
Teste de esforço
Aptidão física
Idioma Inglês
Data de publicação 2013-09-01
Publicado em Fisioterapia em Movimento. Pontifícia Universidade Católica do Paraná, v. 26, n. 3, p. 631-638, 2013.
ISSN 0103-5150 (Sherpa/Romeo)
Publicador Pontifícia Universidade Católica do Paraná
Extensão 631-638
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0103-51502013000300017
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S0103-51502013000300017 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/7946

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0103-51502013000300017.pdf
Tamanho: 718.8KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta