Partição do P excretado nas fezes e urina de suínos em fase de crescimento, alimentados com dietas contendo diferentes níveis de enzima fitase

Partição do P excretado nas fezes e urina de suínos em fase de crescimento, alimentados com dietas contendo diferentes níveis de enzima fitase

Título alternativo Partition of the P excreted in the faeces and urine of growing pigs, fed with diets containing different levels of Phytase enzyme
Autor Moreira, José Aparecido Google Scholar
Silva, Apauliana Daniela Lima Da Google Scholar
Mota, Lorena Cunha Google Scholar
Silva Filho, José Cleto Da Google Scholar
Vitti, Dorinha Miriam Silber Schmidt Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Universidade Federal de Lavras
Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo This study had as purpose to evaluate the partition of P excreted in the faeces and urine of growing pigs fed with diets containing different levels of inclusion of phytase enzyme, through the use of radioisotope P-32.). Twenty pigs crossbred barrows were evaluated in a randomized block design experiment, with five treatments, 0; 250; 500; 750 and 1000PUkg diet, and four replicates. The animals were kept in metabolic cages for a 10-day adaptation period and seven days for total collection of feces and urine. Blood samples were taken for five days. On the first day of the collection period each animal was injected intravenously with 7.4MBq 32P phytase. The use of Phytase in diets for pigs provides reduction of P total and soluble excreted in the feces. On diets for growing pigs containing corn and soybean meal, you can reduce by 50% of the supplementation of the dicalcium phosphates, adding 500UF/kg diet, without causing damage to animal physiological system.

Este estudo teve como propósito avaliar a partição do P excretados nas fezes e urina de suínos em fase de crescimento, alimentados com dietas contendo diferentes níveis de inclusão de enzima fitase, através do uso do radioisótopo P-32. Foram utilizados 20 suínos, machos castrados, em delineamento de blocos ao acaso, com cinco tratamentos - 0; 250; 500; 750 e 1000UF/kg da ração - e quatro repetições. Os animais foram alojados em gaiolas metabólicas por 17 dias, sendo dez dias para adaptação e sete dias para coleta de fezes e urina. Amostras de sangue foram coletadas por cinco dias. No primeiro dia da fase experimental, cada animal recebeu por via endovenosa uma solução radioativa com 7,4MBq de 32P. O uso de fitase em dietas para suínos proporciona redução do P total e solúvel excretados nas fezes. Pode-se reduzir em 50% a suplementação de P por fosfato bicálcico nas dietas para suínos em crescimento, adicionando 500UF/kg de dieta, sem provocar prejuízos ao sistema fisiológicos dos animais.
Assunto isotopic dilution tecnique
phytase enzyme
phosphorus
nutrition
fitase
fósforo
nutrição
técnica de diluição isotópica
Idioma Português
Financiador Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP)
Data 2013-09-01
Publicado em Revista Brasileira de Saúde e Produção Animal. UFBA - Universidade Federal da Bahia, v. 14, n. 3, p. 518-526, 2013.
ISSN 1519-9940 (Sherpa/Romeo)
Editor UFBA - Universidade Federal da Bahia
Extensão 518-526
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S1519-99402013000300013
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S1519-99402013000300013 (estatísticas na SciELO)
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/7945

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Nome: S1519-99402013000300013.pdf
Tamanho: 162.8Kb
Formato: PDF
Descrição:
Visualizar/Abrir

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)