Why should we use atraumatic needles in lumbar puncture?

Why should we use atraumatic needles in lumbar puncture?

Título alternativo Por que usar agulhas atraumaticas em puncao lombar?
Autor Matas, Sandro Luiz De Andrade Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo Diagnostic lumbar puncture is essential to the diagnosis of central nervous system infections, subarachnoid haemorrhage and others neurological diseases. Myeloradicular involvement or life-threatening adverse events due to the procedure are rare, but less severe complications are more frequent. Post-lumbar puncture headache is the most common complication, by spinal fluid leakage due to delayed closure of a dural defect. Therefore, the development of fine needles, with differentiated atraumatic bevel, has contributed to minimize that problem. These generically called atraumatic needles cause less deformation of the dura mater then the Quincke® ones. So, why don't we use these atraumatic needles?

A punção lombar é essencial para o diagnóstico de infecções do sistema nervoso central, hemorragia subaracnoídea e outras doenças neurológicas. O comprometimento mielorradicular ou efeitos adversos que envolvam risco de vida como consequência do procedimento são raros, mas complicações leves são mais frequentes. Cefaléia pós-punção lombar é a complicação mais comum, secundária a escoamento do líquido cefalorraquiano por fechamento tardio de uma lesão dural. Consequentemente, o desenvolvimento de agulhas finas, com bisel atraumático, tem contribuído para minimizar o problema. Estas agulhas, chamadas genericamente de atraumáticas, causam menos deformação da dura-mater que as agulhas tipo Quincke®. Então, porque não usar estas agulhas atraumáticas?
Palavra-chave lumbar puncture
complication
headache
meningitis
atraumatic needles
puncao lombar
complicacao
cefaleia
meningite
agulhas atraumaticas
Idioma Inglês
Data de publicação 2013-09-01
Publicado em Arquivos de Neuro-Psiquiatria. Academia Brasileira de Neurologia - ABNEURO, v. 71, n. 9B, p. 681-684, 2013.
ISSN 0004-282X (Sherpa/Romeo)
Publicador Academia Brasileira de Neurologia - ABNEURO
Extensão 681-684
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/0004-282X20130150
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S0004-282X2013001000681 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/7944

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0004-282X2013001000681.pdf
Tamanho: 168.6KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta